Um ca insensível - Adail Alencar

| ASSESSORIA


Adail Taveira de Alencar. Divulgação

Poderia ser um cara insensível, sem nenhum amor no coração, mas não te amar é impossível, você é feita de paixão.

Poderia ter maldades no pensamento, e a minha ternura estivesse sufocada, mas te diria a cada momento, que você é muito amada.

Poderia dizer palavras obscenas, mas seria só da boca pra fora, porque no cenário da nossa cena, sonho com você agora. Se eu gritasse para o mundo, que não te amo e te esqueci, te repetiria a cada segundo, meu amor, eu simplesmente, menti.

Se eu falar que o meu coração não sente mais nada , de tudo que vivemos desse amor, não acredite minha amada, vou sempre te amar, aonde eu for. Adail Alencar Taveira. Gaibu-Cabo de Santo Agostinho-PE, 23-09-2.020.

 

---

 

DOAÇÃO

Quem fala com o coração, acaricia a nossa alma, porque o amor é uma doação, que o nosso espírito acalma. Quem oferece as suas emoções, e a nossa ternura compartilha, semeia com carinho as suas ações, e o seu olhar simplesmente brilha.

O amor que explode no peito, e pelos caminhos é semeado, na deliciosa paz do nosso leito, não é um grito sufocado. Porque a poesia é a nossa voz, compartilhada por muitos corações, entrelaça um fraterno amor entre nós, quando doamos com carinho nossas emoções.

Obrigado queridos amigos(as) por essa parceria, que nos ajuda seguir o amor semeando, por isso ofereço a minha poesia, que o meu coração está dedicando. Adail Alencar Taveira.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE