Aberta consulta sobre dados abertos do IFMS

Até 30 de setembro, qualquer cidadão pode ajudar a definir quais bases de dados devem ser publicadas em formato aberto pela instituição

| ASSESSORIA


A partir desta quarta-feira, 16, qualquer cidadão pode participar da escolha dos dados que deverão ser publicados em formato aberto pelo Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) pelos próximos dois anos.

A consulta pública está disponível no i-Cidadania, espaço virtual de participação social no IFMS.

Atualmente, 20 conjuntos de dados estão publicados no Portal de Dados Abertos do IFMS. O planejamento da abertura de novos dados faz parte do processo de elaboração do Plano de Dados Abertos (PDA) válido para o biênio 2020-2021.

A presidente da comissão responsável por elaborar o novo Plano, Adriana Orrico, explica que o levantamento das bases de dados do IFMS foi feito por meio de uma série de reuniões entre os membros da própria comissão, e com setores da reitoria.

"Esse trabalho resultou no inventário de 39 bases, que constam na consulta pública. O objetivo é identificar a demanda do cidadão para planejarmos a abertura de dados para os próximos dois anos”, ressalta.

Adriana esclarece que o grau de relevância das bases de dados para o cidadão é um dos critérios para priorizar a abertura de dados no IFMS, cujo cronograma constará no novo PDA.

Consulta – O interessado em participar deve acessar o formulário online até 30 de setembro.

Depois de indicar a categoria a qual pertence, o participante deve informar o município onde mora, ou se reside em outro estado. A informação serve para a comissão mensurar se há participação nas dez cidades onde o IFMS possui campus.

O próximo passo é selecionar os 16 conjuntos de bases de dados que, na opinião do participante, devem ser publicados em formato aberto pelo IFMS.

Ao clicar em enviar, a contribuição fica registrada. O participante não é identificado.

Dados Abertos - São aqueles que podem ser acessados, utilizados, modificados e compartilhados por qualquer pessoa.

Adriana lembra que dados, informações e conhecimento são ativos de grande valor para sociedade.

"Por isso, o governo aberto faz parte de um movimento mundial de abertura de dados produzidos ou custodiados pelo poder público. No Brasil, a Política de Dados Abertos foi instituída em 2016, e desde então os órgãos e entidades são obrigados a publicar dados em formato aberto", informa.

Mais informações estão disponíveis na página Dados Abertos, onde é possível conferir a seção Perguntas Frequentes sobre o assunto.

Texto originalmente publicado em https://www.ifms.edu.br/noticias/2020/aberta-consulta-sobre-dados-abertos-do-ifms



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE