De coração aberto, Délia Razuk diz que prefere Alan Guedes para continuar trabalho

| DOURANEWS


Prefeita Délia Razuk concedeu entrevista exclusiva ao jornalista Clóvis de Oliveira, do DOURANEWSReprodução

A prefeita Délia Razuk estreiou o quadro ‘De coração aberto’, no DOURANEWS, e recebeu no gabinete, na manhã desta terça-feira (15), o jornalista Clóvis de Oliveira para falar sobre o que conseguiu realizar no comando da cidade, os enfrentamentos que fez, a preocupação em cuidar das pessoas, slogan que adotou no mandato, e dizer que elevou o patrimônio móvel do Município de R$ 150 para R$ 780 milhões e ainda manifestou que ‘gostaria muito’ de ver prosperar a candidatura anunciada do presidente da Câmara, vereador Alan Guedes, do Progressistas, para substituí-la a partir de janeiro.

CONFIRA AQUI

“Fizemos vários enfrentamentos, recuperamos o patrimônio, reformamos o ginásio de esportes de Vila Vargas, o portal de entrada da cidade, trocamos a cobertura do ginásio Ulysses Guimarães, construímos o PAI (o Pronto Atendimento Infantil), reestruturamos o PAM (Pronto Atendimento Médico) que foi criado quando meu marido, Roberto Razuk, era deputado estadual e quando entrei falaram até que ele deveria ser demolido; nós levantamos o PAM”, disse.

A prefeita falou também que o primeiro enfrentamento que teve, ao assumir, foi quando o Governo Federal anunciou o desejo de construir novo presídio na cidade. “Eu fui contra, falei que Dourados não deveria se transformar numa cidade carcerária, como ocorre no interior paulista, porque me preocupo com a Educação, a formação das pessoas; e depois na questão da rua Bahia (a Hayel Bon Faker) eu disse que não queria apenas o recapeamento, refizemos o projeto, pra acabar com aquela fila indiana que ocorria ali, um carro atrás do outro”, lembrou.

Sobre política, a prefeita disse que poderia ser candidata a reeleição, mas como a ficha de filiação dela ao PTB não chegou ao TRE (Tribunal Regional Eleitoral) “e como eu acredito muito em Deus”, percebeu que essa não era a vontade predominante, mas, ressalvou que “gostaria muito, de coração” de ver um projeto jovem na Prefeitura, “que eu deixei muito bem estruturada”, depois que o antigo partido dela, o PL, está indicando o candidato a vice na chapa do progressista Alan Guedes, presidente da Câmara, o ex adjunto da Saúde nessa administração, Guto Moreira.

Por fim, Délia Razuk falou o papel desempenhado pelo marido na administração do Município.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE