Além de local de trabalho, Parque dos Poderes é opção para prática de corrida de rua

| ASSESSORIA


Com uma ampla área verde, além de ser sede dos três poderes do Estado, o Parque dos Poderes é uma das principais opções dos campo-grandenses para a prática de atividade física.

Devido ao grande número de pessoas que realizam caminhada, corrida, ciclismo e até mesmo visita a lazer, o Governo do Estado criou, em 2016, o projeto Amigos do Parque, que consiste no fechamento de uma das pistas do Parque dos Poderes durante os finais de semana e feriados para permitir a prática esportiva.

Servidora da Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD), Silvia Conciani, praticante de corrida de rua desde meados de julho de 2019, aprova a iniciativa e afirma que, apesar de desempenhar suas funções durante cinco dias da semana no Parque, não abre mão de se exercitar no local.

“Gosto de me exercitar no Parque dos Poderes, primeiro pela natureza que é vasta, e também pela arborização, animais, sombra, que independente do horário tem durante todo o percurso, e porque é um lugar plano e com uma área extensa. O amor é tão grande, que geralmente corro todos os dias”, declarou.

Por conta da pandemia de coronavírus, o projeto foi interrompido no mês de março e retomado no mês de junho e suspenso novamente em 18 de julho, em virtude da disseminação viral e em conformidade ao Decreto municipal que paralisou atividades consideradas não essenciais aos sábados e domingos.

“A retomada com essa nova formatação é um ponto positivo. Agora com o fechamento das vias, nós que corremos aqui no Parque dos Poderes conseguimos manter o distanciamento e os pedestres têm mais segurança. Podemos nos exercitar com tranquilidade, sem estarmos no mesmo espaço que os veículos”, analisou Silvia.

A servidora que começou a correr na rua apenas para substituir a parte aeróbica feita na academia, desenvolveu gosto pela atividade e já superou a marca de 11 quilômetros percorridos por dia. Admiradora do projeto Amigos do Parque, Silvia está ansiosa para o término da pandemia e poder retornar a sua rotina de exercícios juntamente com seu filho.

“A atividade física nos ajuda mental e fisicamente. Ao praticar um exercício, conseguimos liberar toda a carga de estresse. Também tinha a oportunidade de levar meu filho para andar de bicicleta no Parque. Era uma atividade que sempre fazíamos aos domingos. Ele de bicicleta e eu na corrida”, recorda.

Se assim como Silvia, você também é adepto aos exercícios físicos ao ar livre, lembre-se que no momento a orientação é evitar sair de casa e realizar a atividade física no seu domicilio, mas se não houver outra opção e for necessário ir até o Parque, o projeto é realizado nos finais de semana e feriados, das 07h às 18h.

O trecho interditado (lado direito da pista) compreende a área entre a rotatória da Avenida Mato Grosso (após a Avenida Hiroshima) até a Avenida Afonso Pena (em frente ao Corpo de Bombeiros), contornando o Parque Estadual do Prosa.

Ana Letícia Gaúna, SAD



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE