Figo afirma que trocou Barcelona pelo Real porque não se sentia valorizado

| GAZETA ESPORTIVA


Figo também falou sobre sua adaptação no clube merengue (Foto: AFP)

Em uma live no Instagram neste sábado com o zagueiro Fábio Cannavaro, o ex-jogador Luís Figo revelou o motivo de ter realizado a transferência mais polêmica de sua carreira, indo do Barcelona para o Real Madrid em 2000. Segundo o português, a justificativa foi que o atacante não se sentia valorizado no clube catalão.

“Foi uma decisão importante e difícil porque mudei de uma cidade que me oferecia muitas coisas e onde eu estava bem; mas quando você não se sente valorizado pelo que está fazendo, uma proposta de outro clube faz pensar”, afirmou o lusitano.

Figo ainda falou sobre seu processo de adaptação ao chegar ao Real Madrid. Para ele, o começo não foi fácil, já que o clube estava passando por uma mudança na presidência, mas depois conseguiu se integrar ao elenco.

“Os grandes clubes do mundo são parecidos. A principal diferença são as pessoas que compõem a sociedade. Quando eu cheguei a Madri, com uma mudança importante na presidência do clube, não foi fácil no início, era tudo novo para mim, mas, depois,a integração foi muito boa e me adaptei muito bem”, destacou.

Pelo Barcelona, Figo conquistou dois Campeonatos Espanhóis, duas Supercopas do Rei, uma Supercopa da Espanha, uma Supercopa da Uefa e uma Taça das Taças. Já pelo Real Madrid, obteve uma Liga dos Campeões, dois Campeonatos Espanhóis, duas Supercopa da Espanha, uma Taça Intercontinental e uma Supercopa da Uefa, além de ter sido eleito pela Fifa o melhor jogador do mundo em 2001.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE