Temporal causa estragos em cidades de MS e derruba até tenda de atendimento a pacientes com Covid-19

Em Aquidauana, o transformador de um poste de energia explodiu, árvores caíram. Em Campo Grande, também houve problemas.

| G1 / CAMILLA JOVê, TV MORENA


Temporal entre a noite de sábado (15) e a madrugada deste domingo (16), em diversas cidades de Mato Grosso do Sul, causou vários estragos . Em Campo Grande e Aquidauana, foram várias situações relacionadas à forte chuva.

No dia em que Aquidauana completou 128 anos, o transformador de um poste de energia explodiu na rua principal da cidade. De longe dava pra ver o fogo causado pela descarga de energia.

De perto, o desespero de quem estava em um posto de combustíveis, bem em frente ao ponto da explosão. Funcionários corriam e tentavam desligar a caixa de energia.

Parte da cidade ficou sem luz. O vento derrubou a tenda montada em frente ao hospital da cidade para atender pacientes suspeitos de Covid-19 e o muro do cemitério caiu.

Os ventos fortes foram acompanhados por 28 milímetros de chuva. A Defesa Civil foi acionada e casas foram destelhadas.

Na BR-419, ao menos 20 eucaliptos caíram na rodovia. Moradores tentaram desobstruir a via.

Conforme a concessionária de energia, em Aquidauana foram 173 ocorrências na cidade. Foram, ao menos, 4.200 clientes com interrupção do fornecimento de energia.

Capital

Em Campo Grande, diversas árvores caíram. Fachadas de lojas também. A região sul da cidade foi a mais atingida. O Corpo de Bombeiros atendeu mais de 10 ocorrências relacionadas à chuva.

Segundo a concessionária de energia, cerca de 15 mil casas ficaram sem luz em Campo Grande. Os bairros mais atingidos foram: São Francisco, Santo Amaro, Universitário, Parque dos Novos Estados, Chácara Cachoeira, Nova Lima, Rita Vieira, Vila Nasser e Vila Popular.

Neste domingo, as ocorrências mais críticas estão concentradas nos seguintes bairros: Maria Aparecida Pedrossian, Chácara dos Poderes, Nova Campo Grande, Jardim Panamá, Guanandi, Jardim Los Angeles e Moreninha.

Reclamações

Como alternativa para as solicitações de falta de energia, a empresa orienta que os clientes entrem em contato pelo Whatsapp – GISA (67) 99980-0698 e aplicativo Energisa ON. O atendimento foi reforçado para que solucionar as demandas o mais rápido possível.

Previsão do tempo

A explicação dos meteorologistas para o temporal, é o choque entre o longo período de estiagem, com uma frente fria forte que conseguiu romper o bloqueio atmosférico que impedia as chuvas. E como Mato Grosso do Sul vinha enfrentando dias muito quentes, o temporal se formou. A previsão é que as temperaturas fiquem mais amenas nos próximos dias.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE