Com US$ 180 mil, boliviano e peruano são presos tentando entrar no Brasil por Mato Grosso do Sul

Os homens foram detidos por soldados do Exército. Eles disseram que usariam o dinheiro para comprar colchões no Brasil.

| G1 / RICARDO FREITAS, G1 MS


Soldados do Exército prenderam um peruano e um boliviano tentando entrar no Brasil com US$ 180 mil , o que na conversão desta quarta-feira (5), dá em torno de R$ 950 mil. O dinheiro estava em sacos de lixo.

Os homens foram detidos em uma trilha na fronteira com o Brasil e Corumbá, na região do Pantanal de Mato Grosso do Sul, nesta terça-feira (4).

De acordo com o Exército, os estrangeiros ofereceram suborno para que fossem liberados e pudessem retornar à Bolívia.

"Havia 10 soldados nessa operação que fazemos diariamente aqui nas trilhas da fronteira. Os estrangeiros foram bem insistentes na tentativa de suborno, começaram oferendo US 10 mil , depois 20, 50 e por fim, US$ 100 mil . Aí demos voz de prisão para os dois por tentarem entrar no Brasil com essa quantia e pela tentativa de suborno aos agentes públicos" , disse o tenente-coronel, José Itacir Blondé da Silva.

Os suspeitos foram levados para a Delegacia da polícia Federal de Corumbá, onde estão presos. Segundo a polícia, eles disseram que iriam usar o dinheiro para comprar colchões no Brasil.

O Exército reforçou o efetivo na região de Corumbá desde março para ações de segurança pública e para ajudar no combate ao novo coronavírus.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE