Grêmio vence o Inter, amplia invencibilidade e conquista o segundo turno do Gauchão

| GAZETA ESPORTIVA


Nesta quarta-feira, O Grêmio venceu o Internacional, por 2 a 0, em casa, e se consagrou campeão do segundo turno do Campeonato Gaúcho. Os tentos que garantiram o troféu foram de Maicon e Isaque.

Agora, o Tricolor enfrenta o Caxias, vencedor do primeiro turno, na grande final do Gauchão. Ainda não há uma definição de quando será a partida. A Federação Gaúcha negociará com os times e com a CBF uma possível data.

Com a vitória, o Grêmio ampliou a sequência de invencibilidade no Gre-Nal para nove jogos. O time de Renato Gaúcho não perde para o maior rival desde setembro de 2018. Desde então, são cinco triunfos tricolores e quatro empates.

Esse clássico, inclusive, pode ter sido o último de Éverton Cebolinha. O camisa 11 está acertando a sua transferência para o Benfica, do técnico Jorge Jesus, ex-Flamengo, e deve deixar o clube nos próximos dias. Em Grenais, o atacante soma um gol em 19 partidas, das quais ele venceu oito, empatou oito e perdeu tês.

O jogo
A partida na Arena começou bem disputada, com os dois times se estudando bastante. As melhores chances saiam, principalmente, pela lateral-direita do Tricolor, com as boas arrancadas de Orejuela. Aos 16, o colombiano passou por Cuesta e cruzou rasteiro. A bola desviou em Marcelo Lomba e passou com muito perigo.

O Inter respondeu aos 23, também com o lateral Rodinei, que puxou para o meio e finalizou de longe, obrigando Vanderlei a fazer boa defesa. 13 minutos depois, foi a vez de Éverton arriscar forte chute, que parou no peito do goleiro colorado.

O camisa 11 voltou a assustar aos 46, em mais uma finalização pela ponta esquerda. Desta vez, a bola parou na rede pelo lado de fora. No lance seguinte, Diego Souza recebeu dentro da área e tentou de primeira, mas mandou pelo lado.


(Foto: Divulgação/Ricardo Duarte)
Já na segunda etapa, o Grêmio enfim transformou as suas chances em gol. Aos quatro, Éverton cruzou para Diego Souza, que escorou para o meio da área, onde estava Maicon, livre para completar para o fundo das redes.

O time de Eduardo Coudet teve uma grande chance de empatar aos nove. Guerrero encontrou Thiago Galhardo livre na área, até mesmo sem goleiro, mas o atacante pegou mal na bola e desperdiçou.

Do outro lado, o Grêmio foi fatal. Após lançamento para a área, Moisés cortou mal, e Isaque emendou um belo voleio para ampliar o marcador e definir o triunfo. Logo depois do tento, o tempo fechou no gramado, resultado nas expulsões de Patrick e Orejuela.

FICHA TÉCNICA:
GRÊMIO X INTERNACIONAL

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 05 de agosto de 2020 (quarta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Vuaden
Assistentes: Lúcio Beiersdorf Flor e José Eduardo Calza
VAR: Jean Pierre Lima

Gols: Maicon, aos 4 1ºT, e Isaque, aos 35 2ºT (Grêmio)

Cartões amarelos: Matheus Henrique, Paulo Victor e Kannemann (Grêmio); Boschillia, Guerrero, Moisés, Thiago Galhardo e Musto (Internacional)
Cartões Vermelhos: Orejuela (Grêmio); Patrick (Internacional)

GRÊMIO: Vanderlei; Orejuela, Geromel, Kannemann, Bruno Cortez; Maicon (Pepê), Matheus Henrique (Lucas Silva), Alisson(David Braz), Jean Pyerre (Isaque), Everton; Diego Souza (Luciano)
Técnico: Renato Gaúcho

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Rodinei, Bruno Fuchs, Cuesta e Moisés; Musto, Edenílson (William Pottker), Boschilla, Thiago Galhardo e Marcos Guilherme (Patrick); Paolo Guerrero
Técnico: Eduardo Coudet



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE