Nova York reforça fiscalização de quarentena

Principais entradas terão postos de controle para covid-19

| MARIA CASPANI


© REUTERS/Lucas Jackson/Direitos Reservados

A cidade de Nova York colocará postos de controle para covid-19 nos principais pontos de entrada, para garantir que os viajantes de 35 estados com surtos cumpram a quarentena de 14 dias, disse o prefeito Bill de Blasio nessa quarta-feira (5).

A medida ressalta a determinação onde antes era o epicentro da pandemia nos Estados Unidos (EUA), para impedir o ressurgimento de casos, como visto em outros lugares. Enquanto os casos caem 5% em todo o país, eles subiram na última semana em Oklahoma, Montana, Missouri e em mais 17 estados.

Em média, mil pessoas estão morrendo a cada dia nos Estados Unidos por covid-19. Atualmente, o número de mortos no país ultrapassa 157 mil, com aproximadamente 4,8 milhões de casos registrados.

'Os viajantes provenientes desses estados receberão informações sobre a quarentena e serão lembrados de que isso é obrigatório, e não opcional', afirmou De Blasio em entrevista coletiva. Ele acrescentou que, em certas circunstâncias, as multas por não observar a ordem de quarentena podem chegar a US$ 10 mil. 

O Gabinete do Xerife, em coordenação com outras agências policiais, começará a implantar postos de controle nas principais passagens de pontes e túneis na cidade de Nova York.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o 'Fale com a Ouvidoria' da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE