Setorização, modelo para controle de perdas e manter o pleno abastecimento de água

Projetos de setorização são fundamentais para o uso racional dos recursos naturais e melhorar a qualidade do serviço de abastecimento

| ASSESSORIA


Basicamente, a setorização da rede de distribuição de água é uma alternativa utilizada com objetivo de minimizar as perdas na distribuição. Porém, projetos de setorização também são fundamentais para o uso racional dos recursos naturais e para melhorar a qualidade do serviço de abastecimento de água fornecido à população.

As perdas reais correspondem aos volumes de água que não são consumidos, por serem perdidos através de vazamentos no percurso da ETA até os imóveis.

Sistema de distribuição de água

Todo sistema de distribuição de água é complexo e envolve um conjunto de elementos como: reservatórios, redes de distribuição, unidades de bombeamento e tubulações, que se cruzam e interligam para levar a água tratada da estação de tratamento - ETA até os imóveis dos consumidores.

A setorização divide a grande rede em setores menores, facilitando o gerenciamento e o controle operacional do sistema de distribuição de água potável.

Cada setor pode ser subdividido em um ou mais subsetores, denominados zona de pressão, setor de medição e setor de manobra. Isso permite um controle maior da pressão da água e, consequentemente, reduz a quantidade de rompimentos de tubulações e vazamentos. 

Uma grande mudança que pode ser percebida de imediato pela população é na redução do número de manutenções que acabam provocando a suspensão do fornecimento de água. É que, com a setorização, em caso de ocorrência de vazamento, é possível isolar apenas uma pequena região afetada, sem a necessidade de suspender o fornecimento de água para vários bairros ao redor.

Para aplicar a setorização, a Sanesul faz uma análise preliminar topográfica do local de execução, avaliando todas as condições e benefícios reais do projeto, para a empresa e para a comunidade.

 

Setorização em Ribas do Rio Pardo em 2019
 

Figueirão, Anastácio, Porto Murtinho, Corumbá, essas são algumas das cidades operadas pela Empresa de Saneamento de MS – Sanesul, que estão passando pelo processo de setorização.

*Fotos ilustrativas de setorizações já realizadas em anos anteriores



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE