Investimentos na UEMS de Aquidauna conta com novo auditório e construção de Centro de Pesquisa

| SUBCOM


Em um investimento de R$ 1,7 milhão de recursos do Estado e da Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), o secretário Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica) inaugurou nesta quinta-feira (2.7) o novo auditório, laboratório e Centro de Pesquisa de Pós-Graduação em Agronomia do campus de Aquidauana da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS). 

Riedel representou o governador Reinaldo Azambuja e destacou que as entregas estão sendo feitas, apesar da pandemia do novo coronavírus. “O Governo Presente está aqui em Aquidauana. A característica do governador Reinaldo é ser municipalista. Aquilo que foi compromissado vai acontecer. E na Universidade Estadual estamos investindo em educação e ciência, que são fundamentais para o desenvolvimento do país”, afirmou o secretário. 

Com capacidade para 280 lugares, o auditório era aguardado há mais de duas décadas. “São 26 anos esperando um sonho. Essa obra, começou o trabalho com o nosso antigo reitor, Fábio Edir, enquanto eu estava na vice-reitoria. Junto com a nossa equipe, nós retomamos esse projeto. Começou lá atrás. Agora, vamos transmitir para o mundo inteiro o que acontece aqui. Os nossos alunos tem um auditório magnífico”, contou o reitor da UEMS, Laércio de Carvalho.

Para o gerente do campus de Aquidauana, Elói Panachuki, as entregas vão impactar positivamente na educação e na pesquisa. “A inauguração deste complexo de obras contempla a toda nossa comunidade acadêmica da unidade universitária de Aquidauana e representa um avanço muito significativo. A infraestrutura destes espaços fornece o suporte necessário para o fortalecimento das ações de ensino, extensão, pesquisa e inovação tecnológica”, afirmou.

Centro de Pesquisa

O coordenador do Programa de Pós-Graduação em Agronomia da UEMS de Aquidauana, Prof. Dr. Jolimar Schiavo, destacou a importância do Centro de Pesquisa de Pós-Graduação. "Esse centro irá alavancar o quantitativamente e qualitativamente as pesquisas, pois a nossa Unidade Universitária passará a ter um ambiente muito favorável aos nossos pesquisadores, por meio dos projetos trabalhados em conjunto com seus respectivos orientados", disse. 

De acordo com Schiavo, é importante frisar que os trabalhos de pesquisa e inovação tecnológica desenvolvidos ganharão impulso com a aquisição de um aparelho denominado Espectro de Absorção Atômica. "Esse equipamento realiza a leitura, no aspecto micro e macro, de todos os nutrientes dos solos, de tecidos vegetais, de sedimentos diversos. Poderemos avançar muito em estudos nestas áreas, como: fertilidade, levantamento e manejos de solos, produção de culturas, fitossanidade. São os eixos de nosso Programa de Pós-Graduação", declara o coordenador.

Ainda segundo Schiavo, o espaço contará com os seguintes laboratórios: Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas; Fertilidade de Manejo e Conservação do Solo e da Água; Fitotecnia; e Entomologia Agrícola. Também terá uma sala de instalação de equipamentos para medidas de análises, com objetivo de observação de nutrientes do solo e de plantas, por exemplo.

O engenheiro florestal Felipe das Neves Monteiro, que é mestre e acadêmico de doutorado em Agronomia pela UEMS, avalia que o investimento irá refletir no futuro do País. "O agronegócio brasileiro é destaque internacional pela dinâmica e eficiência da sua produção agrícola. Podemos afirmar que esses avanços somente foram possíveis graças a ciência e tecnologia. A construção do Centro de Pesquisa em Agronomia é um importante aliado para que os estudantes de Mestrado e Doutorado consigam cada vez mais avançar as fronteiras do conhecimento científico", afirmou.

"Assim, são formados não somente mestres ou doutores afim de desenvolver pesquisa, mas também profissionais que atuem na tomada de decisão em órgãos públicos e privados garantindo o desenvolvimento sustentável do agronegócio. Investir nas pesquisas da pós-graduação é assegurar o progresso do agronegócio frente as mais adversas situações garantindo a segurança da produção agropecuária brasileira", acrescentou.

A inauguração contou com as presenças do secretário especial Sérgio de Paula; prefeito de Aquiduana, Odilon Ribeiro; presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Correa; e de outros deputados e vereadores, entre diversas autoridades.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE