Confira os preços do milho pelo Brasil

Em Santa Catarina, os preços continuam andando de lado

| AGROLINK/


De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, os preços do milho permaneceram inalterados no interior do estado do Rio Grande do Sul, tendo caído R$ 0,50/saca no porto. “No interior do estado os preços do milho permaneceram inalterados em R$ 50,00 FOB em Carazinho e Cruz Alta, R$ 48,50 em Erechim, R$ 50,00 em Ijuí e Passo Fundo e R$ 53,00 na Serra, que sugere, conforme a distância, preços CIF entre R$ 54,50,00 e R$ 55,00/saca. Indústrias ainda interessadas em compras para setembro”, informa. 

 
Em Santa Catarina, os preços continuam andando de lado, com o mercado de lotes sem negócios realizados. “Os preços para o produtor permaneceram inalterados em R$ 44,00/saca no Alto Vale do Itajaí, mantendo a alta do dia anterior a R$ 45,00 em Canoinhas e Chapecó, permaneceu em R$ 44,00 em Concórdia e Joaçaba, voltou para R$ 45,00 em Pinhalzinho e Mafra”, indica. 

 
Os preços continuaram inalterados também no Paraná, onde continua a disputa entre armazéns de cooperativas e cerealistas para ver quem consegue atrair as entregas de milho do agricultor. “Já no mercado de lotes, os compradores estão comprando apenas na medida das suas necessidades, da mão-para-a-boca, esperando maior volume de Safrinha. O Paraná colheu apenas 26%, contra 73% na mesma época do ano passado”, completa. 

 
“Nos Campos Gerais, região de  Ponta Grossa,  mercado  de lotes  spot se  manteve em  R$ 46,00 FOB  e  manteve a alta  para R$ 47,00 para entrega e pagamento em agosto, posto fábrica. Para entrega e pagamento em setembro também subiu 2 reais para R$ 50,00na região dos Campos Gerais. Em Paranaguá o preço ficou em R$ 50,00 para entrega em setembro e pagamento no final do mesmo mês”, conclui. 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE