PARCERIA - Adail Alencar

| DO AUTOR


Adail Taveira de Alencar. Divulgação

 Minha alma e o meu coração fizeram uma parceria, e me oferecem a cada momento muita inspiração, e os meus dedos digitam muito amor na minha poesia, que compartilho com todos amigos(as) minha emoção.

Eu fico muito sensibilizado a cada momento, com o carinho que recebo e o seu acalanto, que reaquece com ternura o meu sentimento, e que é um bálsamo para o meu pranto.

Sou feliz por compartilhar tanto amor, e me sinto um privilegiado por esse carinho, e tenho certeza que aonde eu for, meus amigos(as) nunca me deixarão sozinho.

E as minhas poesias são uma doce viagem, que navega nos mares da ilusão, e os meus amigos(as) são a paisagem, que me faz levitar nos acordes de uma canção. O que eu posso dizer mais? não tem nada para ser dito, porque vocês são a minha paz, e fazem do meu silêncio, o meu grito. Adail Alencar Taveira. Dourados, 20-07-2.016.

 

--

DESEJOS DE UM POETA

Queria fazer uma poesia, e nela me entregar totalmente, irradiar toda a minha alegria e do meu amor plantar a semente. Queria colocar toda a minha emoção, em cada fibra do meu ser, queria que o meu canto fosse a canção, inebriado de um puro prazer.

Queria ser toda a ternura, que o meu coração pudesse doar, queria fazer mais linda a noite escura, e que fosse mais divina a imensidão do mar. Queria que tudo não fosse um sonho, e transformar cada momento em felicidade, queria não ser tão tristonho, e cada sorriso triste, fosse de saudade.

Queria que a plenitude do amor, possuísse todas as minhas razões, queria ofertar uma linda flor, e acalentar com verdades, minhas ilusões. Queria me dedicar por inteiro, sem falsidades ou atitudes superficiais, queria ser o amor verdadeiro, e o carinho ser o caminho dos meus ideais. Quero simplesmente sorrir com esperança, e ter a paz que a minha vida merecer, quero adorar o sorriso de uma criança, e quero um dia. . .ter você. . . Adail Alencar Taveira.

 

--

DOURADOS, PÓLO DE UMA REGIÃO

Na poeira da saudade, incrustada na nossa memória, floresceu uma linda cidade, que faz parte da nossa história. No verde/azul da bandeira, Te vejo sempre brilhante, Tu és Dourados altaneira, De um povo forte e vibrante. Nos festivais da canção, êxtase da nossa cultura, transpirava a nossa emoção, reacendia a nossa ternura.

Na garoa da fonte luminosa, Depois no matinê do cinema, Para aquela menina uma rosa, Tendo o amor como tema. Dourados, pólo de uma região, seu progresso te faz crescer, orgulho do seu cidadão, com amor quero te enaltecer. Adail Alencar Taveira/Moisés Crestani. Gaibu-Cabo de Santo Agostinho-PE, Dourados-MS,11-07-2.020.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE