Malafaia sai em defesa de Cassiane: “Mulher de Deus, tem história linda na igreja”

| GOSPEL +


A “cultura do cancelamento”, um fenômeno que ocorre nas redes sociais de maneira impiedosa contra quem foge ao politicamente correto, alcançou a cantora Cassiane recentemente por conta de uma abordagem pouco clara sobre a violência doméstica no clipe A Voz. No entanto, o pastor Silas Malafaia saiu em defesa da artista.

Malafaia publicou um vídeo em que fez ponderações sobre a conduta dos usuários de redes sociais, dizendo que o erro no clipe da cantora não é algo que merece a dimensão que foi tomada.
“De fato o vídeo foi infeliz porque faz apenas uma abordagem espiritual quando a coisa tem que tomar atitude de denúncia, não apenas fazer abordagem. Interessante que muita gente esquece da abordagem espiritual e só faz a outra abordagem, queria deixar isso bem claro”, avaliou o líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC).

Em seguida, Silas Malafaia repudiou a “cultura do cancelamento”: “Querem crucificar a Cassiane por causa de um vídeo que foi mal colocado? Deixa eu falar uma coisa para vocês: sabe o que está acontecendo hoje? As redes sociais estão vivendo de momentos. Explode, estoura, esculhamba com a história de uma pessoa por causa de um erro”.
“Cassiane tem mais de 30 anos na música gospel, na música evangélica. A garota tem uma vida exemplar. Nunca se misturou, nunca misturou o santo com o profano como alguns famosinhos fazem e ainda recebem aplauso. E uma meia dúzia de crente linguarudo que fala de um momento errado para crucificar a história de uma pessoa. Vá lavar sua boca. Essa gente não lê Mateus 12:36,37 que [diz que] pelas nossas palavras vamos ser julgados. Pela palavra vamos ser condenados, e pelas palavras vamos ser justificados”, acrescentou.

O pastor, que costuma tecer críticas bastante ácidas a seus adversários políticos, pontuou que há limites que não devem ser excedidos: “Cuidado quando você abrir a boca para atingir a honra de uma pessoa. Não vamos destruir a vida, a reputação de uma pessoa, porque nem ela tem culpa, não é ela que monta o videoclipe. Houve um erro? Claro que houve, podia ser mais explicado [qual era a mensagem], podia mostrar a oração, mas também a ação”, reiterou.

Ao final, Silas Malafaia se posicionou em defesa da cantora de forma ainda mais objetiva: “Cassiane, você continua tendo o meu apoio. Você é uma mulher de Deus, que tem uma história linda na igreja evangélica brasileira”, concluiu.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE