Grey's Anatomy tratará da pandemia de coronavírus na 17ª temporada

Showrunner diz que não há como desviar do assunto em uma série médica

| OMELETE


Grey's Anatomy falará sobre a pandemia de coronavírus em sua 17ª temporada, revelou a showrunner Krista Vernoff. Em um painel da Television Academy, a executiva explicou que não haveria como continuar a série sem falar de um assunto médico tão importante [via EW]:

 
"Vamos falar sobre a pandemia, certamente", explicou Vernoff. "Não há como ter uma série longa sobre medicina e não falar sobre a história médica mais importante de nossas vidas". 

A showrunner então detalhou a experiência de ouvir as histórias reais de médicos, que sempre servem de inspiração para as narrativas de Grey's Anatomy. Desta vez, no entanto, os contos foram bem diferentes do tradicional:

"Todo ano nós temos médicos que vêm nos contar suas histórias, e geralmente são engraçadas ou malucas. Este ano, pareceu terapia. Os médicos vieram e nós fomos as primeiras pessoas para quem eles falaram sobre estas experiências. Eles estão literalmente tremendo, tentando não chorar, pálidos, e falam como se fosse guerra - uma guerra para qual eles não foram treinados". 

Vernoff finalizou dizendo que Grey's Anatomy está em uma posição única diante do cenário de Covid-19: "Sinto que nossa série tem uma oportunidade e uma responsabilidade em contar estas histórias".

Maiores despedidas de Grey's Anatomy até hoje
Trajetória de Alex Karev em 10 momentos
A 16ª temporada de Grey's Anatomy foi encerrada em abril, e as filmagens do 17º ano ainda não começaram. No Brasil, a série é transmitida pelo Sony Channel e a Netflix tem 15 temporadas da produção. 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE