Alemanha: Com incentivo de € 9,9 mil, carro elétrico sai até de graça

| NOTICIAS AUTOMOTIVAS


A Alemanha aumentou o incentivo fiscal para compra de carro elétrico. Até aí, tudo bem, ainda mais que agora com a recuperação da crise do coronavírus, a eletrificação é um dos pilares para que a economia volte ao trilho mais rapidamente.

Contudo, o valor de € 9.900 de desconto na compra de um carro novo, criou uma situação um tanto estranha, mas que está atraindo muitos consumidores para uma oferta do Renault Zoe.

O valor bancado por Berlim permite cobrir a entrada e as mensalidades de € 125 por cerca de dois anos. Por esse período, o Renault Zoe sai de graça para o comprador, embora ainda exista o saldo restante para pagar.

De qualquer forma, isso é o dobro do verificado em planos de financiamento aqui no Brasil e ainda mais, visto que o valor de entrada também é bancado pelo governo.

Nesse apoio ao mercado de carros elétricos, a Alemanha não é a única a oferecer bons cortes no preço à vista. Na Espanha, o incentivo pode chegar a € 5.500. Já a França não poupou despesas e tem incentivos de até € 7.000 para carros totalmente elétricos.

Os cortes nos preços dos carros elétricos está fazendo com que as vendas desses veículos subam rapidamente na Europa, embora o volume de produção não seja adequado para uma explosão de consumo, caso haja um adicional sobre a ajuda já oferecida.

Isso aconteceu na Alemanha, onde esse valor abonado pelo governo praticamente dobrou em relação ao já existente. Além disso, ofertas como essa do Renault Zoe – feito por um site de vendas – pode abrir um precedente para outras propostas nesse sentido.

Afinal, quem não se sentiria tentado a trocar um carro comum por um elétrico cujo primeiro pagamento do plano de leasing ocorresse somente após dois anos? Na oferta, o Renault Zoe Life ZE50 com autonomia de 300 km no ciclo WLTP. Aqui, o modelo da geração anterior custa R$ 149.990.

[Fonte: Autohaus König]



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE