Conselho aprova 86 cartas consulta que pleiteiam R$ 175 milhões em financiamentos pelo FCO

| GOVMS / NRODRIGUES


O Conselho Estadual do FCO (Fundo Constitucional do Centro-Oeste) se reuniu na semana passada para a 6ª reunião ordinária e os membros apreciaram e aprovaram 86 cartas consulta que pleiteiam empréstimos no valor total de R$ 175.473.259,73. A maioria das cartas consulta, 64, são projetos que se enquadram na linha do FCO Rural e somam R$ 138.245.648,20, enquanto outras 22 estão no âmbito do FCO Empresarial, perfazendo R$ 37.181.583,26.

O secretário executivo de Desenvolvimento Econômico Sustentável da Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), Rogério Beretta, foi quem presidiu a reunião do CEIF-FCO.

Ele chamou a atenção para a quantidade de cartas consultas buscando financiamentos destinados a correção do solo (24), aquisição de máquinas (13) e reformas de pastagens (10). São investimentos importantes na melhoria da produtividade agrícola e pecuária, pontuou. Juntos, esses pedidos de financiamentos superam R$ 85 milhões.

Mato Grosso do Sul tem R$ 2,410 bilhões do FCO para investir em 2024, divididos em partes entre os setores Rural e Empresarial.

Em relação ao total do ano passado, houve um incremento de 16% no volume de recursos do fundo ao Estado, atendendo a gestões feitas pelo governador Eduardo Riedel ao Condel (Conselho Deliberativo do Centro-Oeste) em reunião realizada no final do ano passado.

Até a última reunião realizada, já foram aprovados R$ 339.184.317,00 no setor Empresarial e R$ 852.178.191,76 para o FCO Rural.

Comunicação Semadesc



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE