Prefeitura entrega loteamentos para moradores do distrito de Vila Formosa

Ação faz parte do Projeto Vida Nova - Autoconstrução e vai beneficiar 38 famílias do distrito, que ainda terão consultoria gratuita ao longo da execução da construção

| ASSESSORIA


Ao todo, 38 famílias foram contempladas com o projeto / Fotos: Jhonatan Xavier/Prefeitura de Dourados

A Prefeitura de Dourados, através da Agehab (Agência Municipal de Habitação de Interesse Social), avança com o projeto de levar habitação às famílias de Dourados e, desta vez, o ‘Programa Vida Nova – Autoconstrução’ chega até o distrito de Vila Formosa, onde 38 famílias vão realizar o sonho da casa própria.

Na ocasião, o Prefeito de Dourados, Alan Guedes, assinou o contrato de autorização para início de obras no loteamento localizado em área que pertence ao município, na fazenda ‘Descanso’, às margens da Rodovia MS-276. Com a assinatura, os agora proprietários dos terrenos já estão prontos para construir e, para isso, terão o apoio da prefeitura.

“Além de entregar os terrenos para essas 38 famílias, vamos ofertar um ‘algo a mais’ e, através da parceria entre a Prefeitura e a Santiago Engenharia, empresa que fez os projetos das casas, os moradores terão, sem nenhum custo, consultoria da empresa durante toda a execução do projeto, quando passarmos para a fase dos Habite-se', destaca o prefeito.

Muitos dos beneficiados estão há mais de 40 anos à espera da casa própria e, com a iniciativa, vão finalmente conquistar o tão aguardado sonho. A área onde será construído o loteamento, que receberá o nome de Conjunto Habitacional Arthur Flores, estava há muito tempo parado e hoje recebe nova serventia.

“Eu moro aqui na Vila Formosa há 47 anos e sempre nessa espera. Já ouvimos muitas promessas, mas hoje, graças à Deus e ao Alan, nós conseguimos essa conquista. Agora é construir a minha casa, mudar e ser feliz lá dentro com a minha família', conta a dona e casa, Cícera da Conceição Serafim.

Conforme o diretor-presidente da Agehab, Joaquim Lucas Franco Quintana, as casas terão pouco mais de 45 m², e os moradores já podem iniciar a construção.

“Essa é uma iniciativa que nos enche de orgulho, que dá dignidade às famílias que terão seu sonho da casa própria realizado. Com essa assinatura, hoje mesmo elas estão liberadas para construir', finaliza.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE