Todas os problemas que o Palmeiras tenta destravar durante a data-Fifa

Palmeiras tem questões dentro e fora de campo que podem ser resolvidas no período sem jogos até o dia 13

| TRIVELA


Luis Guilherme, durante treino do Palmeiras, na Academia de Futebol

O Palmeiras só volta da folga concedida aos jogadores na quinta-feira (6). O grupo foi dispensado depois da vitória por 2 a 1 sobre o Criciúma, em Santa Catarina, no domingo (2), pelo Campeonato Brasileiro.

Nesse intervalo sem jogos, por conta da data-Fifa, o Palmeiras terá tempo para solucionar algumas questões, sem ter os preparativos e os jogos propriamente em paralelo para se preocupar.

O maior problema atualmente, no entanto, que seria resolver o mau futebol da equipe, não vai ser possível sanar em tão pouco tempo. Abel Ferreira vai mesmo ter que trocar a asa do avião em pleno voo.

Mas é evidente que o espaço de tempo até a quinta-feira, dia 13, quando o Alviverde enfrenta o Vasco, servirá para o treinador fazer algumas observações nos treinamentos e tomar decisões importantes.

No que diz respeito ao time, o maior problema hoje vem sendo a falta de confiança e de futebol de Raphael Veiga. O meia segue jogando mal. E, contra o Criciúma, nem mesmo o pênalti que o time teve, ele quis cobrar, deixando a tarefa para o capitão Gustavo Gómez.

O fato de Rômulo ter sido titular no Heriberto Hülse, ainda que ao lado de Veiga, foi um bom indício de que Abel começa a ver o novato, chegado há pouco tempo do Novorizontino, com bons olhos.

Veja abaixo as outras questões que o Palmeiras pode resolver na data-Fifa:

Negociação de Luis Guilherme

Palmeiras e West Ham estão nos instantes finais da negociação que deve levar Luis Guilherme para a Premier League. O meia de 18 anos vai deixar o Verdão por 30 milhões de euros — R$ 172 milhões.

Dois pontos ainda pendem. O primeiro diz respeito à manutenção de 20% de uma futura venda do jogador com o Palmeiras. O clube ainda tenta embutir essa cláusula na negociação. O outro é a data de apresentação, que o Palmeiras gostaria de postergar. Mas o mais provável é que Luis deixe o clube já no próximo mês, com a abertura da janela de transferências.

Negociação de Estêvão

O Verdão ainda não bateu o martelo com o Chelsea, que está bem próximo de anunciar a contratação de Estêvão. O jogador vai custar 65 milhões de euros ao clube de Stamford Bridge (R$ 372 milhões).

O Palmeiras também quer ingerência quanto à data de apresentação do atleta ao clube inglês. Nesse caso, porém, a diferença seria de meses. O Alviverde quer que Estêvão dispute o Mundial de Clubes do ano que vem, nos EUA, antes de se transferir para Londres.

Recuperação de Dudu

O camisa 7 está bem próximo do retorno. Sua volta chegou a ser pensada para o confronto com o San Lorenzo, pela última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, mas o atacante sentiu dores na panturrilha direita.

Com o intervalo sem jogos, Dudu terá mais tempo para se condicionar e deve ser nome certo no jogo-treino que o time fará no domingo (9), contra um adversário ainda indefinido.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE