Policiais militares do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) apreenderam, na tarde desta quinta-feira (23), 150 quilos de cabelo humano que seguiam para Dourados sem a documentação legal para circulação e comércio no Brasil.

Os militares realizavam um bloqueio policial para fiscalização na rodovia MS-164, área rural do município de Ponta Porã quando deram a ordem de parada ao condutor de um veículo Toyota Etios de cor branca. Durante a vistoria no veículo localizou-se o material ilegal.

O homem de 32 anos de idade disse que apenas realizava o transporte do material até Dourados; que foi contratado pelo serviço e que teria recebido de uma pessoa, em Ponta Porã, que veio do Paraguai.

A ocorrência foi registrada e entregue na Delegacia de Polícia Federal em Ponta Porã. O prejuízo estimado ao crime foi de R$ 1,59 milhão.

A ação envolvendo os policiais do DOF aconteceu dentro do Programa Protetor das Fronteiras e Divisas, parceria da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) com o MJ (Ministério da Justiça e Segurança Pública) e da Operação Ágata Fronteira Oeste II, em parceria com o Exército Brasileiro.

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, através do telefone 0800 647-6300. Não precisa se identificar e, a ligação, será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana. Siga o DOF no Instagram: @dofpmms.

..

Veículo carregado com cigarros ilegais é apreendido pelo DOF no município de Ponta Porã

Policiais militares do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) apreenderam na manhã desta quarta-feira (22) um Renault Sandero carregado com 1.250 pacotes de cigarros contrabandeados do Paraguai. Na ação ninguém foi preso.

Os militares realizavam um bloqueio policial para fiscalização na rodovia MS-164, área rural do município, quando deram a ordem de parada ao condutor que desobedeceu e fugiu, em alta velocidade. Alguns quilômetros à frente, o condutor abandonou o Sandero e correu para a mata, às margens da rodovia, não sendo localizado.

A ocorrência foi registrada e entregue na Receita Federal em Ponta Porã. O prejuízo estimado ao crime foi de R$ 98,5 mil.

A ação envolvendo os policiais do DOF aconteceu dentro do Programa Protetor das Fronteiras e Divisas, parceria da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) com o MJ (Ministério da Justiça e Segurança Pública) e da Operação Ágata Fronteira Oeste II, em parceria com o Exército Brasileiro.

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, através do telefone 0800 647-6300. Não precisa se identificar e, a ligação, será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana. Siga o DOF no Instagram: @dofpmms



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE