De volta, Pogba encontra outro United: “Fernandes, Rashford, Martial e Greenwood me fazem curtir cada jogo'

| TRIVELA/LEO ESCUDEIRO


Antes da pandemia do Coronavírus, o futuro de Paul Pogba parecia selado e distante do Old Trafford. No início da temporada, seu desejo de sair para o Real Madrid não era segredo. No entanto, no futebol, as coisas podem mudar rapidamente. A contratação de Bruno Fernandes virou um dos catalisadores de um novo Manchester United, e o craque francês tem apreciado este momento que se inicia.

Em entrevista ao site oficial do clube, Pogba demonstrou estar na mesma sintonia que a torcida do United: fascinado com o poder ofensivo do quarteto formado por Bruno Fernandes, Martial, Rashford e Greenwood.

“Lá de trás, eu simplesmente aprecio. Estou curtindo ver o Bruno, o Rashford, Martial e o Mason (Greenwood), que jogaram a última partida, vê-los marcando gols. Só dá para aplaudir. É bonito, eles me fazem curtir futebol a cada jogo.'

Na atual temporada, o trio de ataque hoje titular tem 55 gols entre si. Bruno Fernandes, por sua vez, também tido contribuição fantástica, com sete gols e seis assistências em 14 jogos, além de ser o grande arquiteto de um setor ofensivo rápido, perigoso e de fluidez. Mas Pogba destaca também o trabalho defensivo desempenhado pelos quatro companheiros.

“Eles fazem esse trabalho defensivo. Eles pressionam. Talvez vocês não vejam muito isso. Os torcedores que entendem de futebol veem isso, e essa é a diferença que temos. É ótimo vê-los em seu melhor nível. (…) Isso nos ajuda, ajuda os meio-campistas e os defensores, e, é claro, o talento fala por si. Os gols, a ação, o futebol, tudo.'

Em uma temporada marcada por lesões, Pogba tinha apenas oito jogos em sua contagem antes da paralisação devido à pandemia do Coronavírus. A situação excepcional lhe permitiu ganhar tempo para se recuperar de uma cirurgia no tornozelo e voltar em forma para o reinício da Premier League. Os frutos deste processo estão agora sendo colhidos.

“Só voltar ao treino, tocar a bola e fazer o que eu amo já é incrível. Senti muita falta disso. Quando você está fora por muito tempo, você percebe o quanto você gosta de jogar futebol, o quanto você ama esse esporte. (…) Estou me sentindo ótimo, muito melhor agora. Tenho treinado bem, e o clube tem cuidado muito bem de mim. Tenho feito um trabalho extra e um tratamento no meu tornozelo e no resto do corpo. Meus companheiros também me ajudaram a voltar e me sentir confiante. É como se eu nunca tivesse saído, eles ainda confiam em mim, acreditam em mim, e isso me ajudou bastante.'

O descontentamento anterior de Pogba no Manchester United não era difícil de entender. O francês era responsável por carregar o time nas costas, tendo que se sair bem defensivamente para, logo em seguida, decidir ofensivamente, seja com a criação ou a definição de jogadas. Era ainda o bode expiatório dos fracassos do clube, que na verdade tinham suas raízes espalhadas por toda a hierarquia da instituição.

A chegada de Bruno Fernandes e o maior protagonismo de Martial e Rashford, que vivem sua melhor temporada na carreira, além da fase excelente de Matic e do surgimento de Greenwood, equilibrou as coisas, e o que a imprensa inglesa tem noticiado é que Pogba está cada vez mais contente, confortável e possivelmente vendo um futuro no United. Os vídeos que mostram o jogador dançando e gargalhando nos vestiários têm se multiplicado.

“Dá para notar que o time está melhorando muito. Jogamos mais como uma equipe do que antes, nos divertimos ainda mais, defendemos juntos, atacamos juntos, e essa equipe também está mais forte. Os jogadores que estão no banco ou que não jogam o tempo todo ajudam o time quando entram, então a mentalidade é muito boa, está no ponto certo. Tudo isso junto nos colocou onde estamos hoje', pontuou Pogba na entrevista.

Nesta quinta-feira (9), o jornalista italiano Fabrizio Romano, de ótimos contatos em seu país, informa que o Manchester United iniciou as conversas com Mino Raiola, empresário de Pogba, para uma possível renovação. O francês tem contrato até o fim da temporada 2020/21, e o clube tem uma cláusula de prolongamento automático de um ano à sua disposição.

Tanto Pogba quanto o Manchester United têm estatura para estar todos os anos disputando títulos e jogando a Champions League. Se o clube seguir provando ao jogador que pode lhe oferecer isso, além de um ambiente bom, este casamento pode ter alguma sobrevida.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE