Alan Guedes sanciona alteração na lei que regulariza serviço de táxis em Dourados

Profissionais podem agora utilizar automóveis SUV com até sete lugares ou mistos para transporte de bagagens volumosas

| ASSESSORIA


Alan Guedes sancionou a mudança da lei na sede do Sindicato dos Taxistas (Foto: Marcos Macedo/Prefeitura de Dourados)

O prefeito Alan Guedes sancionou, nesta segunda-feira (1), alteração na lei que regulamenta o serviço de táxi no município de Dourados. A mudança atende solicitação da categoria para que os profissionais ampliem as opções no atendimento à população. O ato aconteceu na sede do Sindicato dos Taxistas e contou com a presença dos vereadores Laudir Munaretto e Maurício Lemes, representando a Câmara Municipal, e de Mariana de Souza Neto, diretora-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

De acordo com a mudança que regulamenta a atividade, os taxistas agora têm a opção de, segundo a minuta, adquirem para a prestação do serviço “automóveis com capacidade máxima de sete lugares, admitidos veículos – SUV ou automóvel misto, tipo caminhonete cabine dupla, destinado ao transporte simultâneo de pessoas e bagagem volumosa'.

O projeto foi apresentado pelo Poder Executivo à Câmara Municipal e, no último dia 24 de março, aprovado por unanimidade pelos vereadores. “Essa é uma conquista para nós. Ter a opção de poder comprar um carro utilitário era um desejo da categoria e agora temos essa possibilidade, se essa for a vontade de cada um', disse a presidente do sindicato, Eudulia Delgado Medeiros. 

Alan Guedes afirmou que, desde que a solicitação foi feita pelos representantes dos taxistas, a gestão trabalhou para ver a legalidade e viabilidade da mudança na regulamentação. “Nós entendemos a importância de acolher o pedido da categoria, estudamos para ver se não tínhamos nenhum tipo de impedimento legal ou de prejuízo futuro e vimos que não. Assim a alteração foi elaborada e enviada à Câmara. Presidente Laudir, vereador Maurício, quero agradecê-los por terem tido a sensibilidade para rapidamente aprovar esse projeto para assinarmos aqui hoje [segunda-feira] e amanhã [terça-feira] ser publicada no Diário Oficial', afirmou o prefeito. 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE