Em clima de despedida, Portuguesa fica no empate sem gol contra Costa Rica

| ESPORTEMS


Partida pode ter fechado o ciclo em Sidrolândia (foto-Luciano Ferreira)

Uma partida norna e sem muitas chances reais de gols, apesar de dois terem sidos marcados e anulados de formas corretas. Portuguesa e Costa Rica se enfrentaram no estádio Sotero Zarate, em Sidrolândia, pela oitava rodada pelo Campeonato sul-mato-grossense e não saíram do zero. O jogo praticamente foi a despedida da Lusa MS do local, visto que terá duas partidas em Campo Grande, contra Náutico e Operário, e nas quartas-de-final tem a tendência de jogar no Jacques da Luz.

O adversário chegou com clima tenso vivido após a partida diante do América-RN pela Copa do Brasil na derrota e com a demissão do treinador Rodrigo Cascca. O auxílio Tiquinho que vai comandando a Cobra no Norte, pelo menos por enquanto.

Para a Lusa MS, a vitória seria muito importante para assumir a segunda colocação e poder ter a vantagem de jogar a última partida das quartas em casa. Mas isso até pode acontecer, dependendo das próximas partidas e resultados.

O técnico Glauber Caldas não esconde o descontentamento de atuar na Toca do Leão por conta das condições do gramado, que vai sendo preparado para Copa do Brasil na próxima quarta, mas sabedor de não ser o ideal e deve ser castigado com a partida entre Operário MS e Operário PR.

Por outro lado, o Costa Rica agora viaja na terça feira para Rondonópolis onde na quarta vai enfrentar o União-MT pela Copa Verde. O lateral Léo Júnior, um dos destaques do time, apontou o desgaste do elenco com a sequência de jogos.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE