HU-UFGD recebe diretora de Atenção à Saúde da Ebserh

| ASSESSORIA


Nos dias 22 e 23 de novembro, esteve presente no Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (HU-UFGD), filiado à Ebserh, a diretora de Atenção à Saúde da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), Lumena Almeida Castro Furtado. Ela participou de reuniões com o superintendente, Dr.  Hermeto Macario Amin Paschoalick, com o gerente de Atenção à saúde, Tiago Amador Correia e com o chefe do setor de governança e estratégia, Helcio De Brito Lima e também com a Vice-Reitora, Profa. Dra. Cláudia Gonçalves de Lima e o Pró-Reitor de Avaliação Institucional e Planejamento (PROAP), Dr. Etienne Biasotto para conhecer o contexto no qual o hospital está inserido, estudando possibilidades de atuação em conjunto com gestor do SUS, Ministério da Saúde e Ministério dos Povos Indígenas.

“A visita foi de grande importância. Discutimos da importância do nosso hospital para toda a região. Foi um momento de unir esforços em prol do SUS e da saúde indígena”, contou o superintendente.

Esta foi a primeira vez que a diretora esteve no HU-UFGD e, durante os dois dias, além das reuniões em que participou com a alta gestão, Lumena conheceu diversas unidades assistenciais e administrativas do hospital e também conheceu a aldeia indígena Jaguapiru situada na região de Dourados no sul do estado, é uma das maiores reservas indígenas com densidade demográfica do Brasil e possui aproximadamente 10 mil habitantes. O hospital é uma das principais unidades de saúde que atende a população indígena da região.

“Fiquei muito feliz em conhecer de perto o trabalho desenvolvido pelo HU-UFGD.  Com apoio da Ebserh podemos qualificar e capacitar ainda mais a assistência. Apesar dos desafios que um hospital público enfrenta, a equipe é muito comprometida com a qualidade do cuidado”, ressaltou a diretora.

Sobre a Rede Ebserh 

Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Ebserh foi criada em 2011 e, atualmente, administra 41 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência. Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) ao mesmo tempo em que apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas e inovação.