GM, Ford e FCA querem retomar produção em 18 de maio nos EUA

| NOTICIAS AUTOMOTIVAS


A General Motors (GM), a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) e a Ford querem retomar parte da produção no dia 18 de maio nos Estados Unidos, epicentro da doença, com mais de um milhão de pessoas infectadas, o que preocupa as autoridades de saúde. As unidades fabris fecharam em março e seguem paralisadas até agora.

Conforme informou o Wall Street Journal, os executivos de GM, FCA e Ford conversam com líderes do sindicato United Auto Works (UAW) e assim estabelecer um cronograma para retomar as atividades.

No entanto, um representante da UAW disse que o sindicado não foi notificado sobre a decisão das montadoras e foi contra o retorno ainda no mês de maio. “Muito cedo e arriscado' a volta dos funcionários no próximo mês, alertou o representante da United Auto Works na segunda-feira.

As três fabricantes buscam criar regras para proteger os trabalhadores durante o retorno. Contudo, esse protocolo ainda não foi finalizado. General Motors, FCA e Ford foram procuradas.

A Ford não confirmou a volta em 18 de maio: “continuamos avaliando as condições de saúde pública, as diretrizes do governo e a disponibilidade do fornecedor para determinar quando é a hora certa de retomar a produção. Enquanto isso, a Ford e a UAW continuam trabalhando de perto em iniciativas para manter a força de trabalho segura quando reiniciarmos nossas fábricas'.

A Fiat Chrysler Automobiles ponderou que irá comunicar “novas datas de reinício no devido tempo”. O grupo também disse que está reavaliando os planos na América do Norte. A General Motors, por sua vez, disse que não possui data definida.

A Volkswagen voltou a produzir na Alemanha seguido um protocolo global que será utilizado em todas as fábricas da empresa pelo mundo. Uma parte da produção também voltou hoje em Córdoba, na Argentina.

[Via: O Estado de S.Paulo e Automotive News Europe]



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE