Segundo dia da III Felit-MS tem poesia, palestras, teatro e música

- Aberta na noite de quarta-feira, III Felit-MS segue até sexta-feira à noite, na Câmara de Dourados -

| CâMARA DOURADOS / ASSESSORIA/CMD


Primeiro dia da Feira da Literatura recebeu grande público Foto: Francielle Grott/CMD

Aberta na noite de ontem (08), a terceira edição da Feira da Literatura de Mato Grosso do Sul (Felit-MS) segue nesta quinta-feira com programação para todos os gostos. Além da exposição de obras de variados gêneros literários, está acontecendo na Câmara Municipal, anexo ao shopping Avenida Center, apresentações culturais de artistas locais e regionais, incluindo música, poesia, teatro e, também, palestras.

No primeiro dia, com bom público, além da exposição de livros diversos, aconteceram intervenções da cantora, poetisa, compositora Fernanda Ebling, da poetisa Gaby Mendes, poeta Kaio Ramos, poetisa e compositora Pretisa, dos cantores João Pedro Giaretta e Yasmin Maia e coral do IFMS. O encerramento se deu com o lançamento do livro “Enferrujamento D'Alma”, do poeta e escritor Athayde Nery de Freitas Junior.

Hoje cedo a programação foi aberta com recepção a estudantes, seguida de Batalha de Rap, declamação de poemas, teatro indígena e a palestra/mesa redonda “A Literatura de Mato Grosso do Sul e o Vestibular”, com o professor Carlos Magno Amarilha, escritores Luciano Serafim, Marinete Pinheiro e Raquel Naveira.

À tarde a programação prevê apresentação de poesias, teatro do quintal, palestra da professora Suzana Arakaki com áudio visual “Os passarinhos na paisagem urbana”, contação de história com a professora Gicelma Chacarosqui e intervenções artísticas diversas.

À noite haverá apresentações musicais, lançamento de livros e palestra/mesa redonda com o tema “A produção, edição de um livro físico e digital”, com os escritores Athayde Nery, Jaminho e Raquel Naveira e mediação de Marcos Coelho (Academia Douradense de Letras).

Na sexta-feira, 10, pela manhã, a programação abre com poesias e segue com a palestra/mesa redonda “A Literatura de Mato Grosso do Sul e o Vestibular”, com Carlos Amarilha, Luciano Serafim e Raquel Naveira e fecha com atividades culturais. À tarde, “A poesia do encanto: os passarinhos" (desenhos, fotografias e poesias), com Suzana Arakaki, poema de cordéis com Aurineide Alencar e Odila Lange e intervenções culturais variadas.

A noite de sexta prevê Batalha do Rap 50 e apresentação da banda douradense Paratudes, que interpreta estilos diversos - MPB, pop rock, reggae, forró, funk, entre outros. A palestra/mesa redonda terá como tema “As entidades literárias sul-mato-grossenses no contexto contemporâneo”, com Marcos Coelho, Carlos Magno e Odila Lange.

No encerramento será entregue o quadro do pintor Henrique Carioca. Pintada ao vivo, a obra utilizando acrílico sobre tela e spray sobre tela, homenageia o jornalista Nicanor Coelho, fundador do Grupo Arandu e incentivador da literatura regional. Nicanor faleceu em dezembro de 2020, aos 52 anos.  

Idealizada pelo presidente do legislativo municipal, Laudir Munaretto e Grupo Arandu, a Felit-MS tem como objetivo principal a popularização e valorização do livro e da leitura, dar visibilidade ao escritor regional, estimular e difundir a produção artística, literária, cultural, intelectual e editorial do estado.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE