Ventania no Sul do Brasil: Rajadas alcançam 121 km/h

| CLIMA TEMPO


A formação de uma frente fria com um ciclone extratropical durante a terça-feira, 30 de junho de 2020, gerou muitas nuvens sobre a Região Sul do Brasil, e provocou ventania nos três estados. Em vários locais, as rajadas de vento superaram os 100 km/h.

Nas redes sociais surgiram muitas imagens e vídeos mostrando a ventania, a chuva intensa, a destruição causada pelas fortes rajadas de vento e a chuvarada em cidades da Região Sul.

Os registros abaixo foram feitos pela Gabriela Yokoyama, de Balneário Camburiú/SC.

Confira as rajadas de vento mais intensas registradas pelo Instituto Nacional de Meteorologia em 30/6/2020, até às 17 horas.

Cidade (UF)

Rajada de vento (km/h)

hora

Indaial (SC)

121

entre 15h e 16h

Bom Jardim da Serra (SC)

120

entre 12h e 13h

Clevelândia (PR)

120

entre 13h e 14h

Major Vieira (SC)

109

duas entre 14h e 16h

Dois Vizinhos (PR)

108

entre 13h e 14h

Chapecó (SC)

108

duas entre 12h e 14h

Lagoa Vermelha (RS)

102

entre 13h e 14h

Erechim (RS)

100

entre 12h e 13h

Durante a quarta-feira, 1 de julho, o ciclone extratropical começa a se afastar da Região Sul e as rajadas de vento vão enfraquecer no decorrer do dia, no entanto, a situação continua de alerta na Região, principalmente entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. As rajadas no Sul vão ficar entre 60 e 80km/h, mas algumas cidades do sul e leste gaúcho ainda podem registrar rajadas de até 100km/h.

Leia também: O que é um ciclone bomba?

Sul do Brasil pode ter neve esta semana



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE