Polícia Civil recupera moto de entregador que salvou a mãe de levar um tiro durante roubo em Campo Grande

| PC/MS


Após intenso trabalho investigativo, a Polícia Civil do Mato Grosso do Sul conseguiu recuperar nesta segunda-feira, 23/10, a motocicleta Honda Titan, de cor vermelha, que foi roubada de um motoentregador no último dia 17, no bairro Jardim Leblon, em Campo Grande-MS. Os autores, que já foram identificados pela DEFURV (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Furtos e Roubos de Veículos), abandonaram a moto no bairro Portal Caiobá e seguem foragidos.  

O crime ocorreu por volta das 10 horas da manhã, na rua Manoel Joaquim Moraes, em frente a uma loja. Na ocasião, mãe e filho estavam no local, quando os dois autores do roubo chegaram a pé, portando cada um revólver cada, ameaçando as vítimas.

Toda ação dos criminosos foi registrada por câmeras de segurança. No momento em um dos assaltantes tenta tirar a caixa de entrega, que estava amarrada na garupa, a moto cai e a mãe do dono do veículo se aproxima para tentar impedir que os criminosos levem o veículo. Neste momento, os indivíduos apontam a arma para ela e no desespero, o filho a empurra para evitar que ela levasse um tiro. A mulher fica caída no chão e os criminosos fogem com a motocicleta. 

O caso foi registrado na DEFURV, que, assim que tomou conhecimento dos fatos, iniciou trabalho investigativo para identificar os autores e recuperar o bem subtraído. Desde o dia 17/10, várias diligências foram realizadas pela Especializada, que nesta segunda-feira conseguiu encontrar e apreender o veículo. 

A entrega aos proprietários ocorreu na manhã desta terça-feira, na sede da DEFURV. De acordo com a vítima, ele pagou R$ 22 mil pela moto, que foi comprada em 36 vezes. “Eu tinha acabado de pagar a última parcela”, comentou o moto entregador, que no momento do roubo tinha ido até seu local de trabalho apenas para deixar o dinheiro de uma entrega e pegar a máquina de cartão para fazer a entrega seguinte. 

A mãe da vítima, que trabalha de vendedora no mesmo local, relatou que não havia percebido que se tratava de um assalto e por isso saiu para a frente da loja. “Geralmente passa muito andarilho aqui na frente e fica mexendo na moto. Quando os vi no vidro, pensei que eles pudessem estar pegando alguma capa de chuva ou alguma coisa na moto e por isso fui até lá. Meu filho estava bebendo água no bebedouro quando me viu sair. Ele teve o impulso de ir até lá fora e me empurrar para que eles [os criminosos] não atirassem em mim. Na hora pensei que eles matariam a mim e ao meu filho e comecei a clamar a Deus. Se eu tivesse percebido que se tratava de um roubo eu jamais teria reagido. Teria trancado a porta da loja e deixado todo mundo lá dentro em segurança”, falou a mãe da vítima. 

Serviço – Denúncias sobre furtos ou roubos de veículos podem ser feitas pelo número: (67) 99226-0062 (WhatsApp).



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE