O fatimassulense Noé Faria, 48, e uma das vozes bastante conhecidas em Dourados, na região do Grande Parque das Nações, agora é Cidade FM 104.3 em Maracaju. Semana passada depois de passar por anos apresentando aos sábados o programa Sistema Caipira, das 13h30 às 17h00, tendo como pano de fundo principal o sistema raiz, ele passa a comandar o Território Sertanejo, de segunda a sexta-feira das 16h às 19h. Segundo o comunicador, o sistema continua sendo bruto, com estilo sertanejo universitário, clássico sertanejo, músicas regionais, gauchesca, viola, dentre outros. Muita interatividade com os ouvintes - sua marca principal, utilidade pública, prestação de serviço e muito mais.
Noé Faria se define como “eterno aprendiz”, mesmo nos altos de 17 anos de estrada. “Entrei em um estúdio de emissora de rádio (comunitária) Gideões do Canaã pela primeira vez no ano de 2006, mas até hoje procuro dar o meu melhor”, ressalta.
Apesar de apaixonado pelo que faz, pela primeira vez foi contratado como locutor. Nas outras dividia tempo com rede de telefonia e com fotografia sua outra ocupação predileta.

Ele fez registros em coberturas das Séries A e B do futebol sul-mato-grossense, além de inúmeros torneios e campeonatos amadores, sem deixar de estar sempre presente em eventos sociais como casamento, aniversários e outras festas.
A Rádio Cidade de Maracaju atualmente é dirigida por Dafne Veiga. A emissora pioneira em Maracaju entrou no ar no dia 21 de agosto de 1978 - são 45 no ar. Atualmente estúdios e transmissores estão localizados à Rua Das Oliveiras, 45, Jardim Bela Vista.
Outros nomes que completam o time de peso na grade de programação são: Osmar Silva. Paulo Roberto. Alex Souza. Gil Alves. Gerisval Nascimento. Alemão da Roça. Valmor Batista; E mais: Pamela Saldanha, Administrativo; Jhenyfer Farias, Recepção; e Meire Aparecida, serviços gerais.

Comunicador José Alfredo na Cidade FM de Maracaju

Longevo

De toda essa equipe atual um nome se destaca: José Alfredo Toledo. Com passagens em emissoras de rádios de Ponta Porã, Dourados e Itaporã, do grupo Salomão. Zé Alfredo, aportou em Maracaju no final de 1986, para nunca mais sair. Lá se vão 37 anos ininterruptos em horários diversos.

pedio e torre da Radio Cidade FM de Maracaju


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE