Equador 0 x 0 Colômbia – Gols anulados, pênalti perdido e jejum à vista

O Placar FI acompanha todos os jogos das Eliminatórias Sul-Americana. Este jogo teve um pouco de tudo. Menos gol para a torcida.

| FUTEBOL INTERIOR


Colômbia só venceu na estreia (Foto: Divulgação-Conmebol)

O jejum da Colômbia começa a se estender nas Eliminatórias Sul-Americana para a Copa do Mundo de 2026. Nesta terça-feira, a seleção empatou a terceira partida seguida, desta vez um 0 a 0 contra o Equador, no Casa Blanca, em Quito, pela quarta rodada. Na partida, a Colômbia teve dois gols anulados e um pênalti perdido, todos tendo o atacante Luis Díaz como protagonista. 

Com o resultado, a Colômbia, que só venceu a Venezuela na estreia, soma seis pontos e aparece em quinto lugar. Já o Equador teve sua sequência de duas vitórias interrompida e ocupa a sexta colocação, com cinco. Vale lembrar que a seleção perdeu os três pontos da vitória sobre o Uruguai, como punição pela escalação irregular de Byron Castillo, na disputa das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022.

Atuando em casa, o Equador impôs seu ritmo nos primeiros minutos sobre a Colômbia. Com 10 minutos, Moisés Caicedo cobrou a falta no travessão. Os donos da casa seguiram ofensivos e desta vez foi Kevin Rodríguez que carimbou a trave colombiana. Os visitantes pouco tinham pouco o controle da bola. Bem marcado, James Rodríguez era pouco acionado. 

Aos poucos, a Colômbia foi equilibrando as ações e o jogo começou a ficar faltoso, interrompendo ataques promissores. Quando enfim conseguiu quebrar as linhas do Equador, Luis Díaz foi pego em impedimento e o gol foi anulado. Na reta final, as seleções até se revezaram no ataque, mas sem conseguir criar situações claras de gols. A melhor delas foi um cruzamento para Enner Valencia, que errou a cabeçada. 

Na segunda etapa, a Colômbia voltou melhor e com mais posse de bola, começou a tomar conta do jogo. Arias foi lançado e derrubado dentro da área. Na cobrança de pênalti, Luis Díaz cobrou e Moisés Rodríguez defendeu. O penal desperdiçado não intimidou os visitantes, que chegaram a balançar as redes novamente, com Cuesta. Mas desta vez, o gol foi anulado pelo VAR, que apontou mão de Luis Díaz, antes do zagueiro finalizar.

O Equador até tentou responder. Apostando na bola aérea, Enner Valencia pegou a sobra, mas teve o chute bloqueado na hora certa. Após isso, o confronto voltou com o mesmo panorama do primeiro tempo. Bastante nervoso e com muitas faltas duras, de ambos os lados, a partida foi ficando morna. Com muita disposição e pouca criatividade, o duelo terminou zerado em Quito. 

A próxima Data-Fifa está marcada para a metade de novembro. No dia 16, a Colômbia recebe o Brasil, às 21h00, no Metropolitano de Barranquilla, em Barranquilla. No mesmo dia, às 19h00, o Equador visita a Venezuela, no Monumental de Maturín, na cidade venezuelana.