Gabriel Jesus se coloca à disposição de Diniz para atuar em qualquer posição do ataque

Gabriel Jesus está disposto a atuar em qualquer função do ataque para servir a seleção brasileira do técnico Fernando Diniz

| FUTEBOL INTERIOR


Gabriel Jesus e Raphael Veiga, ambos em treino da seleção (Foto: Arquivo Pessoal / @dejesusoficial)

Gabriel Jesus está disposto a atuar em qualquer função do ataque para servir a seleção brasileira do técnico Fernando Diniz. O atacante, do Arsenal, destacou sua versatilidade para atuar no setor do campo que for necessário.

“Quando fui para o Arsenal, eu disse que queria jogar de 9 (centroavante), mas tivemos algumas lesões na equipe acabei atuando pela direita, pelo meio e pela esquerda”, disse o jogador, que inicia o seu terceiro ciclo na seleção brasileira.

O jogador também se mostrou à vontade para atuar como ‘armador’, saindo mais da área, como Diniz gosta que seus centroavantes atuem. “Atuava muito assim no Palmeiras, fazendo o ‘facão’. No City eu saía mais para o Aguero ficar na área e agora no Arsenal também faço da mesma forma com o Martinelli.

Depois de passar por uma série de lesões, o jogador, de 26 anos, afirmou estar em plena forma. “Atuei os 90 minutos dos últimos três jogos do Arsenal”, disse o atleta, que sofreu uma lesão no joelho durante a disputa da Copa do Mundo do Catar.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE