Z4 e premiação: saiba por que São Paulo não quer “relaxar' no Brasileirão

| GAZETA ESPORTIVA


O São Paulo já conquistou a tão sonhada vaga para a Copa Libertadores de 2024 com a conquista da Copa do Brasil. Mas, nem por isso o time comandado por Dorival Júnior irá jogar a toalha no Campeonato Brasileiro, competição na qual se encontra em uma situação um tanto quanto confortável.

Com as vitórias contra Coritiba e Corinthians nesta semana, o São Paulo se afastou consideravelmente da zona de rebaixamento, que antes vinha assombrando a equipe. O Tricolor acabou com um jejum de oito partidas sem um resultado positivo no torneio e agora respira aliviado, mas o técnico Dorival Júnior não quer que seus jogadores baixem a guarda.

Além de ainda haver chances matemáticas de ser rebaixado, caso volte a amargar uma sequência de resultados ruins, desta vez por relaxamento, o São Paulo também quer terminar o Campeonato Brasileiro na melhor colocação possível por causa da premiação paga pela CBF aos clubes.

A cada posição que você sobe na tabela, a premiação da CBF aumenta em cerca de R$ 2 milhões. Justamente por isso, o São Paulo não quer perder a oportunidade de terminar o Campeonato Brasileiro entre os primeiros colocados e, consequentemente, faturar mais.

Somente com o título da Copa do Brasil o Tricolor já faturou em premiação nada mais, nada menos que R$ 88,7 milhões. A nível de comparação, o Campeonato Brasileiro paga ao seu campeão R$ 45 milhões.

Atualmente em décimo lugar, o São Paulo receberia da CBF R$ 24,7 milhões se o Brasileirão terminasse hoje. Caso o time conseguisse entrar no G6, figurando na sexta colocação, por exemplo, a premiação passaria a ser de R$ 33,7 milhões.

Com mais de 13 rodadas a serem disputadas, o São Paulo sabe que há tempo suficiente para voltar a flertar com a zona de rebaixamento em caso de acomodação no Campeonato Brasileiro e também para buscar uma vaga entre os primeiros colocados, garantindo uma premiação maior. O novo objetivo do Tricolor é trazer o máximo de dinheiro para os cofres nesta reta final de temporada.

Confira quanto a CBF pagará a cada clube do Campeonato Brasileiro 2023:

1º lugar – R$ 45 milhões 2º lugar – R$ 42,7 milhões 3º lugar – R$ 40,5 milhões 4º lugar – R$ 38,2 milhões 5º lugar – R$ 36 milhões 6º lugar – R$ 33,7 milhões 7º lugar – R$ 31,5 milhões 8º lugar – R$ 29,2 milhões 9º lugar – R$ 27 milhões 10º lugar – R$ 24,7 milhões 11º lugar – 19,3 milhões 12º lugar – R$ 18 milhões 13º lugar – R$ 16,6 milhões 14º lugar – R$ 16,2 milhões 15º lugar – R$ 15,7 milhões 16º lugar – 15,2 milhões 17º, 18º, 19º e 20º colocados não recebem premiação.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE