Bragantino se torna o melhor paulista do Brasileirão; quais os segredos do clube?

Neste domingo, o Massa Bruta derrotou o Palmeiras por 2 a 1

| FUTEBOL INTERIOR


Bragantino é o melhor time paulista no Brasileirão

O melhor time paulista do Brasileirão até da 25ª rodada, é o Red Bull Bragantino, que assumiu a vice-liderança ao vencer o Palmeiras, neste domingo, por 2 a 1. O sucesso do clube de Bragança Paulista se dá em três pilares: investimentos da marca de energéticos, elenco jovem e trabalho do treinador Pedro Caixinha. “Somos uma equipe sub-23 a disputar o Brasileirão', afirma o treinador.

Desde 2019, o clube é controlado pela Red Bull. Antes, a marca, que detém uma rede de clubes ao redor do mundo (Leipzig e Salzburg, por exemplo), controlava o RB Brasil. A parceria com o time de Bragança Paulista serviu para impulsionar a marca a disputar a Série B do Brasileirão – e disputar uma das vagas à primeira divisão. No primeiro ano do clube-empresa, prometia-se investir R$ 45 milhões, em infraestrutura do estádio Nabi Abi Chedid e no elenco.

ABRAÇOU BRAGANÇA PAULISTA

Thiago Scuro, ex-CEO do clube – atualmente tem o mesmo cargo no Monaco, da França –, garantiu, em 2019, que a Red Bull manteria os valores do Bragantino e da cidade. “Não existe menor interesse em tirar o time de Bragança. O que nós queremos é usar toda essa força, essa energia que o RB permite. Pretendemos fazer com que a cidade volte a viver grandes conquistas e grandes competições. A gente acredita que através do investimento e da nossa capacidade técnica, a gente possa ir juntos e caminhar para um patamar mais alto', afirmou.

Campeão da Série B em sua primeira temporada, o clube passou por uma série de mudanças até brigar pelo título do Brasileirão em 2023. Ele ainda não é autossustentável, necessitando de dinheiro da Red Bull para manter os investimentos no futebol e nas infraestruturas do time. Segundo levantamento do “Relatório Convocados 2023″, desenvolvido pelo economista Cesar Grafietti, o clube fechou o último ano fiscal com mais de R$ 500 milhões em dívidas.

Mesmo assim, o Bragantino consegue gerir seu futebol. Em 2021 e 2022, pouco mais de R$ 280 milhões foram investidos na contratação de atletas. No mesmo período recebeu R$ 300 milhões de empréstimos da Red Bull, como aporte financeiro para gerir seu futebol. A dívida, superior a R$ 500 milhões não preocupa pois é justamente com a marca matriz.

Por: Agência Futebol Interior, 01/10/2023