Paysandu-PA 1 x 2 Amazonas-AM – Onça vence, frustra torcida do Papão e se aproxima do acesso

Amazonas-AM vence o Paysandu-PA pela Série C, fora. Confira!

| FUTEBOL INTERIOR


Paysandu-PA leva virada do Amazonas-AM, que fica próximo do acesso (Foto: Divulgação / Paysandu)

Em uma atuação heróica, o Amazonas-AM calou o público o qual lotou o Estádio do Novo Mangueirão para acompanhar o jogo o qual poderia dar o acesso ao Paysandu-PA da Série C à Série B do Brasileirão. Após sair atrás no placar, a Onça Pintada foi buscar a virada e venceu por 2 a 1. Com a vitória, os amazonenses chegaram aos 9 pontos e dependem só de si para subir. O Papão segue com 10, líder, e precisa ao menos empatar para ascender. Mais uma vez a torcida do Papão deu um exemplo de amor ao clube ao lotar o Mangueirão, num total de 49.807 torcedores, menos de duas centenas do recorde de 49.997 do jogo anterior, na vitória do Papão por 1 a 0 em cima do Botafogo-PB, pela terceira rodada do quadrangular.

PAPÃO NA FRENTE

Jogando em casa, o Paysandu-PA tentou buscar o ataque nos minutos iniciais, mas viu um Amazonas-AM aguerrido e também buscando criar boas chances. Desta forma, o duelo começou aberto, com ambas as equipes buscando abrir o placar e conquistar os três pontos. A primeira boa chance veio aos 14 minutos, em um pênalti marcado para os amazonenses, mas o VAR anulou o lance.

Dez minutos depois, porém, o Papão abriu o marcador. Após bom cruzamento de Robinho, o artilheiro Mário Sérgio mandou a bola para as redes, abrindo o marcador para os paraenses. Mesmo com o gol sofrido, os visitantes não se intimidaram e seguiram buscando o ataque, a fim de chegar ao empate e uma possível virada.

TUDO IGUAL

O empate poderia ter vindo em dois lances ainda no primeiro tempo. No primeiro deles, Igor Bolt mandou a bola para as redes, mas o tento foi anulado por impedimento. Pouco depois, foi a vez de Sassá marcar e o tento ser anulado por impedimento. Apesar disso, a igualdade veio ainda no primeiro tempo.

Aos 44 mintuos, Igor Bolt avançou com velociade pela ponta de campo e, de muito longe, arriscou o chute, marcando um golaço. No restante do primeiro tempo, a posse de bola ficou condensada no meio de campo, com ambos os times tendo dificuldades para criar novas chances. Assim, o placar não mudou.

ONÇA VIRA…

Na volta dos vestiários, o panorama seguiu inalterado. Jogando em casa, o Paysandu-PA buscava ir ao ataque e conquistar os três pontos os quais mais que confirmariam o acesso. Apesar disso, o Amazonas era mais perigoso em suas investidas e parecia mais próximo de virar o placar. Aos 5 minutos, Sassá teve uma boa chance, mas a bola passou perto.

Pouco depois, porém, a virada visitante veio. Aos 11 minutos, Sassá, artilheiro da Onça Pintada na Série C, aproveitou sobra de bola após disputa entre Igor Bolt e Edilson e mandou a bola para as redes. A resposta do Papão veio dois minutos depois, em bola perigosa para Mário Sérgio, que não alcançou. Depois disso, o duelo caiu de produção, com apenas uma chance de perigo, do Amazonas-AM, sendo criada aos 50 minutos, e o placar não mudou.

Paysandu-PA e Amazonas-AM encerram a segunda fase da Série C do Campeonato Brasileiro no próximo sábado, 7 de outubro, às 18h. Ambos os jogos ocorrerão no mesmo horário por força de regulamento, à exemplo da primeira fase.

Em Manaus-AM, a Onça recebe o já eliminado Botafogo-PB, e depende de si própria para subir. O Papão, por sua vez, visita o Volta Redonda-RJ dependendo de um empate para subir.

Por: Agência Futebol Interior, 01/10/2023



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE