Yuri acompanha projeto municipal que realiza sonho da casa própria

| CâMARA DOURADOS / ASSESSORIA/CDM


Vereador Rogério Yuri (de camiseta rosa) e prefeito Alan Guedes (de óculos) com douradenses Foto: Assessoria

A Prefeitura de Dourados concedeu cartões com dinheiro para construções de casas a 70 famílias do Ouro Fino, que irão ao Bonanza, e do Ibiza – parte continua no bairro e outra vai ao Bonanza. Ontem (28), o vereador Rogério Yuri (PSDB), representando a Câmara Municipal, acompanhou a visita técnica aos terrenos e a entrega dos manuais de autoconstrução.

Com satisfação dos presentes, o prefeito, Alan Guedes (PP), agradeceu a quem lhe dá voto de confiança e não se esqueceu da Câmara de Dourados, que, em suas palavras, “aprovou e ajudou, votando rapidamente”. Em seguida, Yuri enalteceu “a sensibilidade e o trabalho do prefeito, porque nada aconteceria sem seu empenho, já que Dourados, mesmo com recursos, estava abandonada em políticas de habitação, nos últimos anos”.

A ação faz parte do projeto Vida Nova Autoconstrução, da Agência Municipal de Habitação e Interesse Social (Agehab), que promove regularização de moradias e remanejamento de famílias em situação de vulnerabilidade para locais com estrutura adequada e que proporcionem qualidade de vida melhor a elas. Com suporte da prefeitura, os douradenses conseguirão, finalmente, realizar o sonho de boa parte dos brasileiros: o da casa própria. E hoje (29) são contempladas mais 36 famílias.

Segundo a prefeitura, cada família recebe um cartão, no qual gradativamente R$ 34 mil serão liberados. O dinheiro entra conforme as etapas avançam, e a primeira parcela é logo creditada. Para fomentar a economia local, os moradores devem comprar em lojas cadastradas na prefeitura.

A entrega dos cartões de “vale-construção” às 70 famílias do Ouro Fino e do Ibiza ocorreu no último dia 25, no Complexo Esportivo Jorge Antônio Salomão, o “Jorjão”, junto a um momento de assinatura dos termos de autorização de início das obras. O investimento no Vida Nova Autoconstrução, de mais de R$ 2,3 milhões, dá-se por meio do Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social e recursos próprios do Poder Executivo.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE