A Chapecoense busca reação em casa para sair do Z-4 da Série B

| FUTEBOL INTERIOR


Chapecoense

Chapecoense vai enfrentar o Ceará neste sábado, às 17h, na Arena Condá, pela sequência da 29ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Enquanto os catarinenses lutam pela permanência, os cearenses querem a vitória para seguirem com chances de acesso.

Com 27 pontos, a Chapecoense abre a zona de rebaixamento, em 17º, com 27 pontos, três a menos do que o Avaí. Já o Ceará tem 41 pontos, no meio da tabela e ainda sonha com o G-4.

A Chapecoense encerrou sua preparação para enfrentar o Ceará. O técnico Claudinei Oliveira, que assumiu o clube recentemente, reforçou que o objetivo é vencer a primeira dentro de casa para colocar fim no jejum de quatro jogos.

“Precisamos vencer diante do nosso torcedor, que tem comparecido desde que eu cheguei. Sabemos da dificuldade, respeitamos o adversário, mas esperamos conquistar essa vitória. Na situação em que a gente está, não podemos ficar duas rodadas sem pontuar. Espero que a gente consiga duas, três vitórias seguidas para poder respirar”, enfatizou.

Nos três jogos sob comando de Claudinei, a Chapecoense teve um empate sem gols diante do Juventude, e derrotas para Guarani, por 1 a 0, e Sampaio Corrêa, por 2 a 0. Ciente da situação, o treinador projeta uma sequência positiva para respirar na tabela.

Para escalar o time, Claudinei Oliveira seguirá sem o lateral-esquerdo Cristiano, no departamento médico. Assim, Fabiano continua como titular, embora Mancha também seja opção após suspensão. O zagueiro Bruno Leonardo, suspenso, é outro desfalque certo e pode ser substituído por Rodrigo Freitas.

A boa notícia fica por conta do retorno do atacante Alisson Farias, que está recuperado de lesão na coxa e briga pela posição com Marco Antônio. O meia Bruno Nazário, que entrou no decorrer da última partida após lesão, também pode aparecer entre os titulares.

O Ceará fechou preparação e a escalação é uma incógnita. Vindo de goleada para o Novorizontino, o técnico Vágner Mancini deve realizar mudanças entre os 11 iniciais.

Após desentendimento com o goleiro Bruno Ferreira, André Luiz pode aparecer. Na lateral-esquerda, Danilo Barcelos deverá ser sacado. Willian Formiga, que volta de sucessivas lesões, entrou no decorrer da última partida e aparece entre as alternativas.

No meio-campo, Léo Santos não vem atuando bem e poderá abrir vaga para Richardson. No ataque, Saulo Mineiro não tem sido regular, contudo deve ser mantido.

Mancini reconhece teve falhas contra o Novorizontino, mas já busca correção imediata. O treinador destaca a necessidade de ter um espírito mais aguerrido, sem jogar a toalha por acesso.

“É analisar o que aconteceu na partida (com o Novorizontino), ver os erros, ajustar e fazer as cobranças necessárias. O time tem que ser mais aguerrido e vibrar um pouco mais. É preciso entender o momento que estamos atravessando, mas não podemos jogar balde de água fria no torcedor”, assegurou o comandante do Vozão.

Por: Agência Futebol Interior, 22/09/2023