Frente parlamentar sobre conflitos envolvendo indígenas faz 1ª reunião

| CâMARA DOURADOS / ASSESSORIA


Vereador Rogério Yuri (à direita) preside frente parlamentar Foto: Assessoria

Na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Dourados, foi realizada a primeira reunião da Frente Parlamentar em Defesa da Solução dos Conflitos entre Indígenas e Proprietários de Terras. É formada pelos vereadores Rogério Yuri/PSDB (presidente), Fabio Luis/Republicanos (secretário), Elias Ishy/PT (membro), Marcelo Mourão/Pode (membro) e Márcio Pudim/PSDB (membro), da Câmara Municipal de Dourados. O encontro ocorreu na semana anterior.

"O propósito foi trazer ações que equilibrem os interesses entre as partes, e que ao mesmo tempo acalmem os ânimos", aponta Yuri, que mediou a discussão de forma conciliadora. De acordo com ele, o objetivo é encontrar estratégias para, "de forma ordeira, conduzir esse problema complexo e fomentar soluções que possam beneficiar ambas as partes". Portanto, em vários momentos a necessidade de promover o diálogo foi enfatizada. Visa-se que haja negociação a fim de encontrar acordos consensuais, que evitem os reiterados conflitos violentos. Os parlamentares também discutiram medidas para apoiar os agricultores que estão sendo afetados por essa disputa e confrontos cada vez mais robustos, buscando alternativas para a proteção dos direitos humanos de indígenas e proprietários de terras. Entre os convidados estavam: vereadores; lideranças indígenas; Antonio Carlos Videira, secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública; Teodora de Souza, coordenadora regional da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai); Alexander Taketomi Ferreira, chefe da Delegacia da Polícia Federal; Ewerton Araújo de Brito, presidente da 4ª Subseção (Dourados) da OAB de Mato Grosso do Sul; Lupércio Degerone Lucio, diretor de Polícia do Interior; tenente-coronel Samuel Castilho Ferreira Aragão, comandante do 3º Batalhão de Polícia Militar; coronel Everson Antônio Rozeni, diretor do Departamento de Operações de Fronteira (DOF); Adilson Stiguivitis Lima, delegado regional de Dourados; coronel Rodrigo Alex Potrich, comandante do Comando de Policiamento da Área 1 (CPA-1); Liliane Graziele Cespedes de Souza Nascimento, comandante da Guarda Municipal; e Marco Antonio Delfino de Almeida, procurador da República.

"Este encontro de agora representa um passo importante na busca por soluções justas e equitativas para um problema que persiste há décadas em Mato Grosso do Sul e no Brasil. A discussão dessas questões complicadas é fundamental para encontrar um equilíbrio entre o desenvolvimento e a preservação das culturas. Os participantes saíram da reunião com o compromisso de continuar trabalhando juntos para buscar soluções que respeitem os direitos e interesses de todas as partes envolvidas, com compromisso de trégua nos enfrentamentos", registra Yuri.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE