Milan embalou no segundo tempo para vencer a Roma por 2 x 0

| TRIVELA/BRUNO BONSANTI


O Milan fez um bom segundo tempo e chegou à segunda boa vitória depois da paralisação ao bater a Roma, por 2 a 0, neste domingo, com gols de Ante Rebic e Hakan Çalhanoglu.

Este foi o terceiro jogo do Milan desde que o futebol italiano foi retomado. Havia empatado em 0 a 0 com a Juventus, na semifinal da Copa Itália, e foi eliminado pelos gols marcados fora de casa. Goleou o Lecce, por 4 a 1, na primeira rodada completa do retorno da Serie A, no fim de semana passado.

A Roma vinha também em boa fase, com três vitórias consecutivas pela liga italiana, e teve a primeira grande chance do jogo, aos 20 minutos. Kluivert cruzou da esquerda, a bola desviou na defesa e subiu. Acabou caindo exatamente onde estava Edin Dzeko, que conseguiu raspar de cabeça, mas colocou no outro lado da trave.

Também com a cabeça, Çalhanoglu apareceu livre na pequena área para encontrar um bom cruzamento de Theo Hernández, mas mandou por cima.

No segundo tempo, o Milan cresceu. Çalhanoglu tabelou com Alexis Saelemaekers, recebeu de volta, quase sem ângulo, e bateu para fora. Buscando muitas triangulações, o Milan exigiu boa defesa de Antonio Mirante com uma batida de fora da área de Paquetá.

Aos 31 minutos, Rebic recuperou a bola no campo de ataque e soltou com Paquetá. O jogo foi virado para Saelemakers, que cruzou da direita. Kessié emendou o voleio, e Mirante defendeu. Rebic ficou com o rebote, de frente para o gol, mas sua finalização foi desviada em cima da linha e bateu na trave.

No segundo rebote, o croata não perdoou e fez 1 a 0 para o Milan.

Çalhanoglu cobrou pênalti de Smalling em cima de Theo Hernández, aos 43 minutos da etapa final, e sacramentou a vitória do Milan.

.

.

.

.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE