O tenente PM Galuci, do 14º BPMRv (Batalhão de Polícia Militar Rodoviária) e o sargento PM Rogério, da Comunicação Social do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) estiveram na manhã desta segunda-feira (11) na Escola Estadual Antônia da Silveira Capilé, onde conversaram com 67 estudantes do Ensino Médio sobre as especificidades do serviço policial militar.

A palestra é um desdobramento da disciplina de Projeto de Vida realizado pela escola, que tem como objetivo desenvolver a capacidade dos alunos em refletirem sobre seus desejos e metas não apenas para o futuro, mas também para agora. Baseado nos três pilares do Projeto de Vida, que são: “Pessoal” (autoconhecimento), “Social” (vida em sociedade) e “Profissional” (mundo do trabalho), as professoras Karoline Landgraf Ribeiro e Letícia Berllofa Rodrigues desenvolveram o projeto intitulado “Papo Cabeça”, com os estudantes do 3º Ano. A ideia base é a relação da Ciência Teórica com as situações de enfrentamento do cotidiano.

O projeto conta com a participação de palestrantes de diversas áreas profissionais para interagir, dialogar e criar reflexões sobre o mercado de trabalho. As propostas dos temas abordados nas palestras foram desenvolvidas em conjunto com os estudantes que relacionaram as profissões que mais gostariam de conhecer, e uma das mais requisitadas foi a Polícia Militar. Neste sentido, os militares apresentaram a estrutura administrativa e operacional da instituição Polícia Militar, bem como, as fases para o ingresso na corporação.

Um vídeo institucional foi apresentado aos estudantes sobre as atividades desenvolvidas pelo DOF, no enfrentamento aos crimes nas fronteiras do Brasil com o Paraguai e a Bolívia. Ao final, os estudantes puderam fazer perguntas e tirar dúvidas sobre a atuação dos policiais militares, nas mais variadas modalidades de policiamento.

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, através do telefone 0800 647-6300. Não precisa se identificar e, a ligação, será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

O tenente PM Galuci, do 14º BPMRv (Batalhão de Polícia Militar Rodoviária) e o sargento PM Rogério, da Comunicação Social do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) estiveram na manhã desta segunda-feira (11) na Escola Estadual Antônia da Silveira Capilé, onde conversaram com 67 estudantes do Ensino Médio sobre as especificidades do serviço policial militar.

A palestra é um desdobramento da disciplina de Projeto de Vida realizado pela escola, que tem como objetivo desenvolver a capacidade dos alunos em refletirem sobre seus desejos e metas não apenas para o futuro, mas também para agora. Baseado nos três pilares do Projeto de Vida, que são: “Pessoal” (autoconhecimento), “Social” (vida em sociedade) e “Profissional” (mundo do trabalho), as professoras Karoline Landgraf Ribeiro e Letícia Berllofa Rodrigues desenvolveram o projeto intitulado “Papo Cabeça”, com os estudantes do 3º Ano. A ideia base é a relação da Ciência Teórica com as situações de enfrentamento do cotidiano.

O projeto conta com a participação de palestrantes de diversas áreas profissionais para interagir, dialogar e criar reflexões sobre o mercado de trabalho. As propostas dos temas abordados nas palestras foram desenvolvidas em conjunto com os estudantes que relacionaram as profissões que mais gostariam de conhecer, e uma das mais requisitadas foi a Polícia Militar. Neste sentido, os militares apresentaram a estrutura administrativa e operacional da instituição Polícia Militar, bem como, as fases para o ingresso na corporação.

Um vídeo institucional foi apresentado aos estudantes sobre as atividades desenvolvidas pelo DOF, no enfrentamento aos crimes nas fronteiras do Brasil com o Paraguai e a Bolívia. Ao final, os estudantes puderam fazer perguntas e tirar dúvidas sobre a atuação dos policiais militares, nas mais variadas modalidades de policiamento.

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, através do telefone 0800 647-6300. Não precisa se identificar e, a ligação, será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE