Ferroviário-CE 1 x 0 Caxias-RS – Ciel decide e Ferrão avança invicto

Ferroviário marca gol heroico no final do jogo com artilheiro e avança para decisão frente à Ferroviária, eliminando gaúchos da Série D

| FUTEBOL INTERIOR


Ferrão sofre, mas bate gaúchos pelo placar mínimo (Foto: Lenilson Santos - FAC)

O Ferroviário está na final da Série D do Campeonato Brasileiro! Em jogo dramático no fim, os corais sofreram, mas com gol do artilheiro Ciel seguem vivos rumo ao bicampeonato da competição, despachando o Caxias em vitória pelo placar mínimo, neste domingo, no Presidente Vargas; partida foi pela volta da semifinal.

Com mais R$ 100 mil para os cofres, garantidos também nas demais fases do mata-mata, o Ferroviário agora terá oportunidade de decidir o título da Quarta Divisão em seus domínios contra a Ferroviária. A ida está prevista para acontecer, conforme calendário da CBF, na próxima quinta-feira (14) na Fonte Luminosa, já a finalíssima ocorrerá no próximo domingo (17) no Presidente Vargas; ambas possuem horário indefinido.

A partida começou bastante intensa, mas sem criatividade tanto de Ferroviário, como de Caxias, que teve a primeira boa chance. Galvan tabelou com David Lustosa e arrematou em liberdade da entrada da área, levando perigo à meta adversária. De início, porém, foram poucos os lances, pois os dois lados pecaram na pontaria e deixaram o confronto truncado, saindo cartões para ambos.

Na reta final da primeira etapa, já nos acréscimos, um bom lance para cada. O Ferrão tentou quando Lincoln mandou para Gabryel, que fez boa finta antes da meia-lua e finalizou para o gol; a bola, entretanto, passou raspando a trave esquerda de Fabian Volpi. Na sequência, Emerson Martins arriscou da intermediária e acertou a trave de Igor Rayan, acionado ainda durante o duelo na vaga de Douglas Dias, após sair lesionado.

O que faltou de emoção no início do primeiro tempo, sobrou no segundo tempo. Teve bola na trave a favor dos gaúchos, contudo foram três gols anulados pela arbitragem; todos de maneira correta. O primeiro deles foi a favor dos cearenses, quando Gabryel chutou e a sobra ficou para Ciel, que dominou e completou para o fundo do barbante, mesmo mascado; lance impugnado por toque de mão.

Pouco depois, os visitantes também tiveram uma bola na rede anulada: depois de levantamento na área, Galvan pegou rebote e cruzou para Vitor Feijão completar de carrinho; impedimento de Eron foi marcado na origem. Em seguida, Jonathan chegou perto de marcar, parando na trave. O drama foi maior no tempo acrescido, bem como na etapa inicial, com Eron marcando mais uma vez em posição irregular. Praticamente no último lance, Thiaguinho mandou na cabeça do camisa 99 coral, que mostrou faro de gol para dar a vaga ao Ferroviário.

Por: Mateus Schuler, 10/09/2023



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE