Com 118 pessoas, seleção de MS embarca para a etapa regional das Paralimpíadas Escolares

| GOVMS / LGOMES


Mato Grosso do Sul participa em peso da etapa regional 2 das Paralimpíadas Escolares 2023, em Brasília (DF). Coordenada pelo Governo de Mato Grosso do Sul, por meio da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul), a delegação sul-mato-grossense é composta por 118 pessoas e embarcou nesta terça-feira (29) rumo à capital federal. As disputas começam nesta quarta-feira (30) e seguem até sexta-feira (1º).

De acordo com o CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro), que organiza o evento, estão inscritos 530 atletas em provas de atletismo, bocha e natação. A competição recebe estudantes-atletas, na faixa etária de 12 a 18 anos, com deficiências física, intelectual e visual. Serão representados 10 estados: Acre, Amazonas, Bahia, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia, Roraima e Tocantins, além de competidores do Distrito Federal.

A seleção sul-mato-grossense conta com atletas de 10 municípios: Amambai, Aquidauana, Campo Grande, Chapadão do Sul, Dourados, Nova Andradina, Ponta Porã, Rio Brilhante, Sidrolândia e Três Lagoas. Todos estes se destacaram na seletiva estadual, as Paralimpíadas Escolares de Mato Grosso do Sul, realizadas pela Fundesporte em julho deste ano.

Na capital federal, as provas de natação acontecerão no Clube do Exército, enquanto o atletismo e a bocha terão disputas no Cief (Clube Integrado de Educação Física). Os melhores atletas da etapa regional asseguram vaga à fase final das Paralimpíadas, tradicionalmente realizada no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo (SP). Neste ano, o evento na capital paulista será de 27 de novembro a 2 de dezembro.

Além da regional 2 em Brasília (DF), mais duas são organizadas pelo CPB. A regional 1, com sede em Belém (PA) este ano, tem a participação do Pará, Ceará, Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Paraíba, Sergipe, Alagoas e Amapá. Já a 3, em São Paulo (SP), é composta pelo Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul.

De acordo com os critérios do CPB, os três primeiros colocados nas regionais de atletismo e natação se classificam automaticamente para a fase nacional no fim do ano. Já na bocha, os dois primeiros, por gênero, conquistam a vaga.

Organizadas desde 2006, com exceção de 2008 e 2020, as Paralimpíadas Escolares são o maior evento esportivo para crianças e jovens com deficiência em idade escolar do mundo. A divisão por etapas regionais começou em 2022, devido ao “inchaço' no número de inscritos na nacional, que passavam apenas pela seletiva estadual.

No ano passado, na etapa regional, Mato Grosso do Sul conquistou 106 medalhas (52 de ouro, 30 de prata e 24 de bronze), terminando na terceira colocação geral. Já na fase final, foram 109 (47 ouros, 35 pratas e 27 bronzes), colocando o estado como o sexto melhor.

Confira neste link  a lista completa de atletas, técnicos e membros de estafe da delegação de Mato Grosso do Sul na etapa regional das Paralimpíadas Escolares 2023.

Lucas Castro – Fundesporte Foto: Claudemir Pereira/Fundesporte



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE