Presidente do São Paulo descarta venda de jogadores e acena para continuidade de Lucas em 2024

Julio Casares concedeu entrevista para a imprensa após o sorteio do mando de campo das finais da Copa do Brasil

| FUTEBOL INTERIOR


Julio Casares falou após sorteio dos mandos da final da Copa do Brasil (Foto: São Paulo FC)

O presidente do São Paulo, Julio Casares, afirmou nesta segunda-feira (28), após o sorteio do mando de campo das finais da Copa do Brasil, que o clube não será desfalcado pelo mercado antes das decisões pela competição. Segundo o dirigente, nenhum atleta será vendido na atual janela para o futebol internacional.

Questionado sobre a importância de vencer o Flamengo e garantir a premiação de R$ 70 milhões, o mandatário mudou o foco e destacou o lado esportivo da possível conquista. “Dinheiro sempre é importante, mas o São Paulo trilha caminho de quem sempre espera legado esportivo. Não vendemos ninguém na janela, não vamos vender ninguém”, disse.

“Para nós, o aspecto financeiro é importante, mas mais é o legado esportivo e o São Paulo voltando a ser protagonista. Não faço nem contas para isso”, completou o presidente, que pode fazer história com a conquista da primeira Copa do Brasil do São Paulo.

Sobre o atacante Lucas Moura, principal destaque do São Paulo neste momento da temporada, o presidente afirmou que tem o desejo de manter o atleta para 2024. “O Lucas ficar é desejo que temos, nem é (só em) caso de título. Nós desejamos, ele está muito feliz. Mas é um aspecto a ser trabalhado no dia a dia. A gente gostaria que ele continuasse, independentemente de qualquer resultado”, contou.

A decisão da Copa do Brasil começa para São Paulo e Flamengo no dia 17 de setembro, no Maracanã. A finalíssima está marcada para acontecer no dia 24 do mesmo mês, no Morumbi.

Por: Agência Futebol Interior, 28/08/2023



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE