Mais de 660 autores de violência domestica foram presos pela Guarda Municipal entre os anos de 2018 e 2023

| GMD


A violência doméstica contra mulher tem sido combatida e enfrentada em todo Brasil. Em Dourados, a Guarda Municipal (GMD) não tem se furtado em combater este crime, prestando importantíssimo trabalho de defesa das mulheres, colaborando com toda rede de proteção, principalmente com a DAM - Delegacia de Atendimento à Mulher.

Entre os anos de 2018 e 2023, a Guarda Municipal já prendeu 667 autores de crimes de violência contra mulher, prestando 1.556 atendimentos as vítimas nos demais diversos crimes, agressões físicas, psicológicas, quebras de medidas protetivas, ameaças, perseguições entre outros.

A GMD tem à disposição da população os telefones 153 e 199 que funcionam 24h/dia para atendimento das solicitações, recebendo denúncias, informações, onde as mulheres vítimas de violência doméstica podem estar ligando.

No mês de agosto celebra o “Agosto Lilás”, uma campanha de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher, instituída por meio da Lei Estadual nº 4.969/2016, objetivando a divulgação da Lei Maria da Penha, divulgar os serviços especializados da rede de atendimento à mulher em situação de violência e os mecanismos de denúncia existentes, assim como, sensibilizar e conscientizar a sociedade sobre o necessário fim da violência contra a mulher.

No domingo (27/08), no Bairro Vival dos Ipês, por volta das 20h a GMD foi solicitada por uma vítima que foi agredida com socos e chutes pelo marido, que o acusado chegou em casa embriagado chutando as portas e quebrando os objetos. A vítima teve que fugiu de casa para não sofre mais violências. Os GMs foram ao local e prenderam o autor que foi entregue na Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos legais.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE