Yuri propõe frente parlamentar para intermediar conflito por terras em Dourados

| CâMARA DOURADOS / ASSESSORIA


Vereador Rogério Yuri chama atenção para conflito envolvendo índios e pequenos proprietários Foto: Valdenir Rodrigues/CMD

Durante a sessão ordinária de segunda-feira (21), o vereador Rogerio Yuri (PSDB), chamou a atenção dos demais parlamentares para uma “situação antiga que vem se agravando na região de Dourados”, que é a disputa por terras na região, um conflito complexo que envolve os povos Guarani e Kaiowá - que reivindicam a posse de áreas produtivas e legalmente instituídas - e os proprietários da terra, que se opõem à perda de suas áreas.

“Os indígenas constroem suas territorialidades a partir da ideia de Tekohá, que significa “o lugar onde se pode viver”, enquanto os fazendeiros baseiam suas relações na propriedade privada constituída”, explicou. Yuri propõe uma frente parlamentar para tratar da questão.

Rogério Yuri aponta que “esse embate tem gerado violência, discriminação e violação dos direitos humanos, de ambas as partes, pois sofrem com as constantes ameaças e ataques cada vez mais violentos, com constante intervenção das forças policiais, essas recebidas agressivamente pelos indígenas, caminhando para péssimas consequências”,

Na visão do vereador Yuri, é o momento de procurar um entendimento, atendendo de forma justa a ambas as partes, indenizando as propriedades particulares ou realocando essa comunidade indígena.

“Sem interferência no mérito da questão, mas preocupado com o escalar da violência nesses conflitos de responsabilidade do poder federal”, Rogerio Yuri dividiu com os demais vereadores o “dever de estabelecer a ordem e a segurança, formalizando a urgente necessidade de uma intervenção dos órgãos competentes, antes que vidas sejam perdidas no conflito”.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE