Botafogo-SP 1 x 2 Chapecoense – Chape vence e deixa o Z4 da Série B

O Botafogo atuou boa parte da partida com um jogador a menos, após Toró ser expulso ainda no primeiro tempo.

| FUTEBOL INTERIOR


Chapecoense vence o Botafogo no Santa Cruz (Foto: João Victor Menezes de Souza / Agência Botafogo)

Com dois gols de Kayke, a Chapecoense saiu da zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro. Em jogo atrasado da 17ª rodada, nesta quarta-feira, o time catarinense superou o Botafogo-SP por 2 a 1, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto. O Botafogo atuou boa parte da partida com um jogador a menos, após Toró ser expulso ainda no primeiro tempo.

Com os três pontos, a Chapecoense chegou a 25 pontos, em 16º lugar, e empurrou o Sampaio Corrêa para o Z4, no critério de número de vitórias (6 a 5). Já o Botafogo-SP é o 12º colocado, com 33 pontos.

Inicialmente, a partida era para ter sido realizada no dia 14 de julho, porém devido a um ciclone extratropical que atingiu a região do estado de Santa Catarina impossibilitou que a Chapecoense realizasse o voo para a Ribeirão Preto na data prevista e o duelo acabou tendo que ser remarcado.

Mesmo atuando fora de casa, a Chapecoense começou pressionando o Botafogo e não demorou para abrir o placar. Com quatro minutos de bola rolando, a defesa dos donos da casa bateram de cabeça e a bola sobrou para Kayke, que só completou para as redes. O gol deixou a Chapecoense mais acesa na partida, mantendo o domínio sobre o Botafogo-SP, que não conseguiu se organizar em campo. Aos poucos, o Botafogo foi se encontrando na partida e levou perigo em chute de Guilherme Madruga, defendido por Airton.

Quando estava praticamente equilibrando o duelo, o atacante Toró acabou expulso, após o VAR apontar uma cotovelada em Marcinho, e deixou o Botafogo-SP com 10, aos 30 minutos. Com um a mais, a Chapecoense colocou a bola no chão e aumentou o marcador nos acréscimos. O VAR acusou um toque de mão de Lucas Dias, dentro da área, e o pênalti foi marcado. Kayke deslocou o goleiro e marcou seu segundo gol na partida.

Na volta do intervalo, o Botafogo voltou mais aceso e aproveitou a desatenção da Chapecoense para diminuir o marcador, aos 10 minutos. Brey cobrou o lateral na área e a bola sobrou para Osman, que emendou um belo chute para marcar. Detalhe: o goleiro Airton ainda tocou na bola antes dela entrar. O gol ligou o sinal de alerta na Chapecoense, que começou a preservar a posse da bola.

Apesar de estar com um a menos, o Botafogo se lançou ao ataque. Abusando das jogadas de linhas de fundo, o time paulista abusou de bolas levadas na área. Explorando os espaços, a Chapecoense procurou os contra-ataques para definir a partida. Marcinho teve a chance de ouro, mas mandou para fora. Na reta final, o Botafogo foi para o tudo ou nada e mesmo com um jogador a menos, produziu bem mais que a Chapecoense, que jogou com a vantagem até o apito final.

Quites com a tabela, Botafogo e Chapecoense seguem o curso normal na Série B. Pela 25ª rodada, a Chapecoense entra em campo no domingo, no clássico contra o Avaí, às 15h45, na Arena Condá. Já o Botafogo-SP fecha a rodada na segunda-feira, contra o ABC, às 20h00, no Santa Cruz.

Por: Agência Futebol Interior, 23/08/2023



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE