Agenda: Assinatura de liberação de emendas marca eventos da semana na ALEMS

| FERNANDA KINTSCHNER   FOTO: LUCIANA NASSAR/ARQUIVO ALEMS


Eventos são abertos ao público e à imprensa

A semana de 14 a 18 de agosto de 2023, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), está recheada de eventos. O destaque é para a assinatura de liberação das emendas parlamentares aos 24 deputados, pelo Poder Executivo. 

Terça-feira 

Para o dia 15, terça-feira, às 9h, ocorre a sessão ordinária no Plenário Júlio Maia. Já às 14h30 na Sala de Reuniões 01 "Deputado Onevan de Matos", está agendada a reunião da Comissão de Ciência, Tecnologia e Inovação para discussão acerca dos avanços da implementação do Marco Legal da Ciência, Tecnologia e Inovação nos estados e seus reflexos, com a presença prevista do doutor Mario Neto Borges, quem presidiu Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) entre os anos de 2016 e 2019. 

Quarta-feira 

No dia 16, às 9h, no Saguão da ALEMS, os deputados acompanham o governador Eduardo Riedel no Ato de Assinatura de Emendas Parlamentares, com a presença de diversas entidades, lideranças e autoridades dos 79 municípios, que receberão os recursos. Cada deputado irá destinar R$ 2 milhões em emendas, em um total de R$ 48 milhões em recursos para contemplar ações nas áreas de Saúde, Assistência Social, Educação, Segurança Pública, Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação. Em seguida, está prevista a sessão ordinária no Plenário Júlio Maia. Saiba mais aqui. 

Quinta-feira 

Para a quinta-feira, dia 17, às 8h, previsão de reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), no Plenarinho Nelito Câmara, de acordo com informações da assessoria da presidente da comissão, Mara Caseiro (PSDB).  Às 9h, ocorre a sessão ordinária no Plenário Júlio Maia, também aberta ao público e à imprensa. 

Sexta-feira 

No dia 18, às 18h30, está prevista a audiência pública Constitucionalização da Segurança Viária, no Plenário Júlio Maia, a pedido do deputado Renato Câmara (MDB). De acordo com o Sindetran, sindicato da categoria, os servidores de trânsito lutam pela constitucionalização estadual, com políticas públicas para valorização do profissional, bem como suas atribuições, buscando recomposição de perdas salariais, para a continuidade do trabalho e segurança no trânsito. 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE