Alerta ligado! Fluminense tenta entender desempenho como visitante

| GAZETA ESPORTIVA


O Fluminense enfrenta o Santos neste sábado, no Maracanã, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. No entanto, na próxima terça-feira, já atuará longe de casa, e em um duelo muito importante: encara o Argentinos Juniors, em Buenos Aires, pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores. E é justamente o desempenho como visitante que vem tirando o sono dos tricolores cariocas.

Contando com os jogos da Copa do Brasil e da Libertadores, o Fluminense não vence há oito jogos longe do Rio de Janeiro. Pelo Brasileirão, são cinco tropeços, incluindo o 2 a 0 para o Coritiba na última segunda-feira. A última vitória foi contra o Cruzeiro, no dia 10 de maio, no Mineirão, por 2 a 0.

Para piorar a situação, o time não encontra explicações para isso e sabe que apenas com muito trabalho vai mudar a realidade.

'É muito complicado porque os números estão na mesa e a imprensa questiona. Faz parte. Entretanto, garanto que não há uma preocupação a mais por causa disso. Mas sabemos também que temos que melhorar nosso aproveitamento fora de casa e estamos trabalhando para melhorar isso', declarou o técnico Fernando Diniz, em entrevista coletiva após o embate contra o Coritiba.

O foco no momento, porém, não está mesmo nos jogos fora de casa, e sim no duelo com o Santos. Com 25 pontos ganhos, o Fluminense está fora da zona de classificação até mesmo da pré-Libertadores e precisa vencer. Assim, nesta quarta-feira, o elenco, que ganhou folga na terça-feira, começa os trabalhos de olho no Peixe.

Fernando Diniz tem boas notícias para confronto contra o Alvinegro praiano. O zagueiro Marlon, após cumprir dois jogos de suspensão, ainda dos tempos em que defendia o Monza da Itália, fica à disposição, assim como o atacante argentino Germán Cano, que cumpriu suspensão diante do Coxa.

O lateral-esquerdo Marcelo, poupado no Paraná, também pode reaparecer na escalação.