Vitória 2 x 1 Sampaio Corrêa – Virada e retorno ao G-4

O time baiano tem 28 pontos, em terceiro, na frente do Sport pelo número de vitórias (9 a 8) e atrás do Novorizontino, com 29, e do líder Vila Nova, com 30

| FUTEBOL INTERIOR


Vitória buscou a virada no Barradão. Foto: Facebook ECV

O Vitória está reabilitado no Campeonato Brasileiro da Série B. Depois de sofrer duas derrotas seguidas, o rubro-negro baiano venceu por 2 a 1, de virada, o Sampaio Corrêa nesta quarta-feira à noite, no estádio Barradão, em Salvador (BA), pela 14.ª rodada. Esta virada, conquistada debaixo de chuva, empolgou sua torcida e devolveu o time para o G-4 – zona de acesso. O time baiano soma 28 pontos, em terceiro lugar, na frente do Sport pelo número de vitórias (9 a 8) e atrás do Novorizontino, com 29, e do líder Vila Nova-GO, com 30. O time do Maranhão continua com 16 pontos, na intermediária 12.ª posição. O Sampaio abriu o placar logo aos quatro minutos com Ytalo, depois só deu Vitória que finalizou nove vezes a gol. No começo do segundo tempo, os baianos viraram com Wagner Leonardo, de cabeça, e Welder. No final de semana os dois times vão jogar pela 15.ª rodada. O Vitória vai sair diante do Juventude, em Caxias do Sul (RS), domingo, às 15h30. No sábado, em São Luis (MA), o Sampaio Corrêa vai tentar a reabilitação diante do Criciúma.

GOL ATRAPALHA ESTRATÉGIA A estratégia do técnico Léo Condé era que o Vitória pudesse ter uma nova disposição ofensiva depois das derrotas para o Criciúma, em casa por 1 a 0, e para o Guarani, por 2 a 0, em Campinas. O time entrou em campo com algumas novidades, mas não esperava que Ytalo abrisse o placar, aos quatro minutos, ao desviar, dentro da área, um cruzamento que veio do lado direito e feito por Marcinho.

Depois disso, só deu Vitória em campo. Mesmo debaixo de chuva o time nunca desistiu de atacar. Erros muitos chutes de longe, mas também viu o goleiro Luiz Daniel praticar três boas defesas e evitar o empate. A torcida já temia uma noite negra.

Mas tudo mudou no segundo tempo. O empate saiu logo aos 14 minutos, quando o zagueiro Wagner Leonardo apareceu na pequena área para desviar de cabeça o cruzamento que saiu do lado direito. A torcida ainda festejava quando saiu o segundo gol, marcado por Welder, aos 17 minutos. O lance começou pelo lado esquerdo com uma arrancada de Wellington Nem. Ele cruzou, a bola desviou e sobrou na pequena área para Welder apenas completar para as redes.

Aliviado após superar o susto de estar tanto tempo atrás no placar, o Vitória soube valorizar a posse de bola. Não se arriscou tanto diante de um adversário com pouca força ofensiva, que não conseguiu empatar.

Lucas Arcanjo; Zeca (Pablo Diogo), Camutanga, Wagner Leonardo e Felipe Vieira; Rodrigo Andrade (Diego Fumaça), Gegê e Giovanni Augusto (Thiago Lopes); Wellington Nem (José Hugo), Tréllez (Welder) e Osvaldo

Luiz Daniel; Maurício, Gustavo Henrique, Gabriel Furtado e Vitinho (Eloir); Jhony Douglas (Léo Silva), Alyson, Neto Paraíba (Luiz Otávio) e Marcinho; Vinícius Alves (Claudinho Cebolinha) e Ytalo (Matheus Martins).

Por: Agência Futebol Interior, 29/06/2023



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE