Dourados passa Campo Grande e é a cidade com mais mortes por covid-19 no Estado

Nas últimas 24 horas foram registradas mais duas mortes, passando para nove no total

| ROGéRIO VIDMANTAS


Estado soma agora 41 mortes pela covid-19, nove em Dourados (Foto: Franz Mendes)

Não há mais números que contrariem a afirmação de que Dourados é o epicentro da covid-19 no Mato Grosso do Sul, Cidade com maior número de casos, agora é também com maior registro de mortes causadas pela doença. Com dois óbitos nas últimas 24 horas, Dourados passou a capital Campo Grande, que segue com oito mortes.

A última vítima era uma mulher de 49 anos que faleceu na manhã desta sexta-feira (19). Ela estava internada desde 10 de junho por Síndrome Respiratória Aguda Grave no Hospital da Vida em Dourados. O exame positivo para covid-19 saiu saiu nesta quinta (18). A paciente sofria de Doença Renal Crônica, Hipertensão, Diabetes e Insuficiência Cardíaca Crônica.

A outra morte foi um homem de 59 anos da etnia Guarani-Kaiowa e residia na Reserva Indígena de Dourados. Ele foi diagnosticado com a covid-19 no dia 2 de junho e estava internado desde o dia 7. Segundo boletim desta quinta do Comitê de Gerenciamento de Crise do Coronavírus de Dourados, outros 105 indígenas foram testados positivos para a covid-19.

Agora, em todo o Mato Grosso do Sul, são 41 mortes confirmadas. Além das nove de Dourados, são mais oito óbitos em Campo Grande, cinco em Três Lagoas, duas em Batayporã, Paranaíba, Brasilândia, Itaporã, Rio Brilhante e Corumbá. Uma morte em Vicentina, Iguatemi, Sidrolândia, Ponta Porã, Douradina, Deodápolis e Anastácio.

 



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE