HU-UFGD destina mais leitos para atender pacientes com covid-19

Aumento do número de casos determinou a ampliação da capacidade de atendimento e a consequente adequação do Plano de Contingência Covid-19

| ASSESSORIA


O superintendente do HU-UFGD, Luiz Augusto Freire Lopes. Divulgação

Com 14 leitos ativos e outros 12 em vias de operacionalização para atendimento exclusivo a pacientes com covid-19, o Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (HU-UFGD) está completando 90 dias de contingenciamento de ações no combate à pandemia de coronavírus.

 

A ampliação do número de leitos destinados ao atendimento de Covid-19 foi determinado pelo aumento do número de casos. Com isso, tornou-se necessária a adequação de todo o Plano de Contingência.

 

"Temos enfrentados grandes desafios, como, por exemplo, o quadro reduzido de médicos intensivista, essenciais na assistência ao paciente covid-19 que  necessite de internação em UTI com auxílio de ventilação mecânica. Buscamos nos adequar para enfrentar essa situação excepcional da melhor maneira possível", comenta o novo superintendente do HU-UFGD, Luiz Augusto Freire Lopes.  

 

Outra preocupação apontada pelo superintendente é a prevenção da contaminação no ambiente hospitalar. "É preciso considerar que os hospitais, em geral, não têm um dimensionamento ideal para lidar com situações como esta e, portanto, enfrentam dificuldades também com relação ao isolamento dos casos. Por isso é fundamental traçar estratégias e estar sempre adequando os planos de contingência. Conseguir ampliar o número de leitos disponíveis pode ser considerado grande êxito no combate à pandemia", explica.

 

O novo Plano de Contingência Covid-19 do HU-UFGD foi publicado no Boletim de Serviço N. 222, de 9 de junho de 2020, e pode ser acessado AQUI: http://www2.ebserh.gov.br/documents/16692/5366708/Plano+de+Conting%C3%AAncia+Covid-19+do+HU-UFGD..pdf/b034c017-e5be-40e5-aacf-7867206c4643



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE